Mulher é morta a tiros na frente de parentes em Campina Grande

Uma mulher foi executada, na noite desta terça-feira (2), dentro de sua própria residência na frente de familiares, no bairro da Liberdade, em Campina Grande, no Agreste paraibano.
Dois homens chegaram à residência de Avanice Gomes de Araújo, de 44 anos, em uma motocicleta e usando capacetes. Eles perguntaram a uma neta dela onde a mulher estava e foram informados que estava na cozinha.
De acordo com a Polícia, eles mandaram os parentes dela se afastarem e efetuaram dois tiros.
Avanice ainda chegou a ser socorrida por familiares para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.
A família não sabe informar os motivos do crime, mas a polícia vai investigar a ligação dela com um traficante conhecido como ‘Chinês. Ela já tinha sido presa por tráfico de entorpecente.
“Pode ser que tenha ligação com outros delitos. Isso só vai ser aprofundado no decorrer das investigações”, ponderou a delegada de homicídios, Ellen Maria.
MaisPB

Uma mulher foi executada, na noite desta terça-feira (2), dentro de sua própria residência na frente de familiares, no bairro da Liberdade, em Campina Grande, no Agreste paraibano.
Dois homens chegaram à residência de Avanice Gomes de Araújo, de 44 anos, em uma motocicleta e usando capacetes. Eles perguntaram a uma neta dela onde a mulher estava e foram informados que estava na cozinha.
De acordo com a Polícia, eles mandaram os parentes dela se afastarem e efetuaram dois tiros.
Avanice ainda chegou a ser socorrida por familiares para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.
A família não sabe informar os motivos do crime, mas a polícia vai investigar a ligação dela com um traficante conhecido como ‘Chinês. Ela já tinha sido presa por tráfico de entorpecente.
“Pode ser que tenha ligação com outros delitos. Isso só vai ser aprofundado no decorrer das investigações”, ponderou a delegada de homicídios, Ellen Maria.
MaisPB