Mulher é morta pelo ex após briga por conta de mensagens em aplicativo

Um homem de 38 anos atirou contra a esposa e, em seguida, se matou no apartamento do casal, em Praia Grande, no litoral de São Paulo, na noite da última quarta-feira (17). A mulher Cícera Maria de Souza Oliveira, de 33 anos, foi levada para o hospital, mas na manhã desta quinta-feira (18), sofreu morte cerebral. O suspeito, Fernando Francisco de Farias morreu no local.
Segundo a polícia, o caso ocorreu em um imóvel na Rua José Demar Peres, no bairro Maracanã. Dentro do apartamento, Fernando atirou na cabeça da esposa e, depois, disparou um tiro na própria boca. A Polícia Militar foi acionada pelo irmão da vítima, que encontrou Cícera baleada no apartamento do casal.
Os policiais, ao verem as vítimas baleadas, acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que constatou o óbito de Fernando no local. Cícera foi imediatamente encaminhada para o Hospital Irmã Dulce, mas acabou tendo morte cerebral constatada.
Ainda de acordo com a polícia, um revólver de calibre 38 foi encontrado ao lado do corpo de Fernando. Em depoimento, o irmão de Cícera contou que o casal estava separado e que já haviam brigado anteriormente por conta de conversas da mulher em um aplicativo de celular.
G1

Um homem de 38 anos atirou contra a esposa e, em seguida, se matou no apartamento do casal, em Praia Grande, no litoral de São Paulo, na noite da última quarta-feira (17). A mulher Cícera Maria de Souza Oliveira, de 33 anos, foi levada para o hospital, mas na manhã desta quinta-feira (18), sofreu morte cerebral. O suspeito, Fernando Francisco de Farias morreu no local.
Segundo a polícia, o caso ocorreu em um imóvel na Rua José Demar Peres, no bairro Maracanã. Dentro do apartamento, Fernando atirou na cabeça da esposa e, depois, disparou um tiro na própria boca. A Polícia Militar foi acionada pelo irmão da vítima, que encontrou Cícera baleada no apartamento do casal.
Os policiais, ao verem as vítimas baleadas, acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que constatou o óbito de Fernando no local. Cícera foi imediatamente encaminhada para o Hospital Irmã Dulce, mas acabou tendo morte cerebral constatada.
Ainda de acordo com a polícia, um revólver de calibre 38 foi encontrado ao lado do corpo de Fernando. Em depoimento, o irmão de Cícera contou que o casal estava separado e que já haviam brigado anteriormente por conta de conversas da mulher em um aplicativo de celular.
G1