Maioria das empresas está satisfeita com serviços do SENAI e do SESI, diz pesquisa

satisfacaoA maioria das empresas atendidas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e pelo Serviço Social da Indústria (SESI) está satisfeita com os serviços dessas entidades. É o que aponta Pesquisa de Satisfação do SESI e do SENAI, divulgada nesta quarta-feira (24), que revela que 88% das indústrias ficaram satisfeitas ou muito satisfeitas com os serviços do SENAI em 2016 e 84% com os serviços prestados pelo SESI. Enquanto o grau de satisfação em relação ao SESI permaneceu estável frente a 2014, o do SENAI cresceu 5 pontos percentuais: era de 83% na pesquisa anterior.
Além disso, para 90% dos entrevistados o SENAI é essencial para a indústria brasileira. No caso do SESI, 87% afirmaram que a entidade é importante para a indústria do país. “Isso comprova que o SESI e o SENAI cumprem com louvor a sua missão de assegurar a qualificação de trabalhadores, a segurança e saúde no trabalho e serviços técnicos e tecnológicos para promover inovação na indústria”, destaca o diretor-geral do SENAI, Rafael Lucchesi, que também é diretor-superintendente do SESI.
Atendimento, custos e oferta e execução dos serviços foram questões avaliadas na pesquisa. Entre os quesitos melhor aprovados pelas empresas atendidas pelo SENAI e pelo SESI está a oferta e execução dos serviços. Enquanto 89% das empresas ficaram satisfeitas ou muito satisfeitas com a oferta e execução dos serviços pelo SENAI, o grau de satisfação em relação ao SESI nesse ponto foi de 88%. No SENAI, 85% dos entrevistados ficaram satisfeitos ou muito satisfeitos com o atendimento e 82% com os custos dos serviços. Já no SESI o índice de satisfação tanto de atendimento quanto de custo foi de 85%.

DADOS ESTADUAIS – Em todos os estados, há elevado grau de satisfação – de 70% para cima – com as duas instituições. No estado de São Paulo, que representa 28,9% do PIB industrial do país, 88% das empresas estão satisfeitas ou muito satisfeitas com os serviços do SENAI e 82% com os do SESI. A oferta e a execução dos serviços é o quesito melhor avaliado no SENAI, com aprovação de 92% das empresas. Já no SESI, o destaque foram os custos dos serviços, com 87% de aprovação.

PERCENTUAL DE SATISFAÇÃO COM SERVIÇOS DO SESI E DO SENAI

UNIDADE DA FEDERAÇÃO SESI SENAI
Acre 86% 93%
Alagoas 90% 95%
Amazonas 90% 90%
Amapá 100% 83%
Bahia 91% 91%
Ceará 91% 87%
Distrito Federal 88% 92%
Espírito Santo 90% 95%
Goiás 82% 90%
Maranhão 87% 94%
Minas Gerais 83% 83%
Mato Grosso 89% 85%
Mato Grosso do Sul 70% 83%
Pará 82% 89%
Paraíba 90% 94%
Pernambuco 86% 83%
Piauí 87% 85%
Paraná 82% 87%
Rio de Janeiro 85% 95%
Rio Grande do Norte 90% 87%
Rondônia 80% 86%
Roraima 85% 83%
Rio Grande do Sul 79% 89%
Santa Catarina 88% 90%
Sergipe 87% 90%
São Paulo 82% 88%
Tocantins 92% 94%
BRASIL 84% 88%

 

Fonte: Unidade de Estudos e Prospectiva SESI/SENAI, 2016

No Rio de Janeiro (14,5% do PIB industrial do Brasil), esse grau de satisfação é de 95% com o SENAI, puxado principalmente pelo atendimento, que teve 91% de aprovação. Já o SESI, com grau de satisfação de 85%, foi melhor avaliado em relação à oferta e execução dos serviços, com 92% de aprovação. No Paraná (11,1% do PIB industrial), o índice de satisfação é de 87% com o SENAI e 82% com o SESI. Em relação ao SENAI, o quesito melhor avaliado foi o atendimento, com 87% das empresas satisfeitas ou muito satisfeitas. No SESI, a satisfação foi maior com os custos dos serviços, com aprovação de 85%. Na Bahia, estado com maior PIB industrial da Região Nordeste, o grau de satisfação com as duas instituições foi de 91%. Em relação ao SESI os quesitos melhor avaliados são atendimento e oferta e execução dos serviços, com 87% de clientes satisfeitos. No SENAI, o grau de satisfação é maior também em relação à oferta e execução de serviços, também com 87% de satisfação. Em Goiás, estado com o maior PIB industrial da Região Centro-Oeste, 82% das empresas estão satisfeitas com os serviços do SESI e 90% com os serviços do SENAI. A oferta e execução dos serviços é o quesito melhor avaliado nas duas instituições: com 91% das empresas satisfeitas em relação ao SENAI e 90% em relação ao SESI. No estado do Amazonas, que possui o maios PIB industrial da Região Norte, esse grau de satisfação é de 90% para as duas entidades. A oferta e a execução dos serviços é o quesito melhor avaliado nas duas instituições, com 98% de aprovação no SENAI e 92% no SESI.
A Pesquisa de Satisfação do SESI e do SENAI foi realizada entre setembro e dezembro de 2016. Foram entrevistadas 2.275 empresas atendidas pelo SESI e 1.646 indústrias atendidas pelo SENAI. O grau de confiança é de 95%.

Agência de Notícias CNI

 

satisfacaoA maioria das empresas atendidas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e pelo Serviço Social da Indústria (SESI) está satisfeita com os serviços dessas entidades. É o que aponta Pesquisa de Satisfação do SESI e do SENAI, divulgada nesta quarta-feira (24), que revela que 88% das indústrias ficaram satisfeitas ou muito satisfeitas com os serviços do SENAI em 2016 e 84% com os serviços prestados pelo SESI. Enquanto o grau de satisfação em relação ao SESI permaneceu estável frente a 2014, o do SENAI cresceu 5 pontos percentuais: era de 83% na pesquisa anterior.
Além disso, para 90% dos entrevistados o SENAI é essencial para a indústria brasileira. No caso do SESI, 87% afirmaram que a entidade é importante para a indústria do país. “Isso comprova que o SESI e o SENAI cumprem com louvor a sua missão de assegurar a qualificação de trabalhadores, a segurança e saúde no trabalho e serviços técnicos e tecnológicos para promover inovação na indústria”, destaca o diretor-geral do SENAI, Rafael Lucchesi, que também é diretor-superintendente do SESI.
Atendimento, custos e oferta e execução dos serviços foram questões avaliadas na pesquisa. Entre os quesitos melhor aprovados pelas empresas atendidas pelo SENAI e pelo SESI está a oferta e execução dos serviços. Enquanto 89% das empresas ficaram satisfeitas ou muito satisfeitas com a oferta e execução dos serviços pelo SENAI, o grau de satisfação em relação ao SESI nesse ponto foi de 88%. No SENAI, 85% dos entrevistados ficaram satisfeitos ou muito satisfeitos com o atendimento e 82% com os custos dos serviços. Já no SESI o índice de satisfação tanto de atendimento quanto de custo foi de 85%.

DADOS ESTADUAIS – Em todos os estados, há elevado grau de satisfação – de 70% para cima – com as duas instituições. No estado de São Paulo, que representa 28,9% do PIB industrial do país, 88% das empresas estão satisfeitas ou muito satisfeitas com os serviços do SENAI e 82% com os do SESI. A oferta e a execução dos serviços é o quesito melhor avaliado no SENAI, com aprovação de 92% das empresas. Já no SESI, o destaque foram os custos dos serviços, com 87% de aprovação.

PERCENTUAL DE SATISFAÇÃO COM SERVIÇOS DO SESI E DO SENAI

UNIDADE DA FEDERAÇÃO SESI SENAI
Acre 86% 93%
Alagoas 90% 95%
Amazonas 90% 90%
Amapá 100% 83%
Bahia 91% 91%
Ceará 91% 87%
Distrito Federal 88% 92%
Espírito Santo 90% 95%
Goiás 82% 90%
Maranhão 87% 94%
Minas Gerais 83% 83%
Mato Grosso 89% 85%
Mato Grosso do Sul 70% 83%
Pará 82% 89%
Paraíba 90% 94%
Pernambuco 86% 83%
Piauí 87% 85%
Paraná 82% 87%
Rio de Janeiro 85% 95%
Rio Grande do Norte 90% 87%
Rondônia 80% 86%
Roraima 85% 83%
Rio Grande do Sul 79% 89%
Santa Catarina 88% 90%
Sergipe 87% 90%
São Paulo 82% 88%
Tocantins 92% 94%
BRASIL 84% 88%

 

Fonte: Unidade de Estudos e Prospectiva SESI/SENAI, 2016

No Rio de Janeiro (14,5% do PIB industrial do Brasil), esse grau de satisfação é de 95% com o SENAI, puxado principalmente pelo atendimento, que teve 91% de aprovação. Já o SESI, com grau de satisfação de 85%, foi melhor avaliado em relação à oferta e execução dos serviços, com 92% de aprovação. No Paraná (11,1% do PIB industrial), o índice de satisfação é de 87% com o SENAI e 82% com o SESI. Em relação ao SENAI, o quesito melhor avaliado foi o atendimento, com 87% das empresas satisfeitas ou muito satisfeitas. No SESI, a satisfação foi maior com os custos dos serviços, com aprovação de 85%. Na Bahia, estado com maior PIB industrial da Região Nordeste, o grau de satisfação com as duas instituições foi de 91%. Em relação ao SESI os quesitos melhor avaliados são atendimento e oferta e execução dos serviços, com 87% de clientes satisfeitos. No SENAI, o grau de satisfação é maior também em relação à oferta e execução de serviços, também com 87% de satisfação. Em Goiás, estado com o maior PIB industrial da Região Centro-Oeste, 82% das empresas estão satisfeitas com os serviços do SESI e 90% com os serviços do SENAI. A oferta e execução dos serviços é o quesito melhor avaliado nas duas instituições: com 91% das empresas satisfeitas em relação ao SENAI e 90% em relação ao SESI. No estado do Amazonas, que possui o maios PIB industrial da Região Norte, esse grau de satisfação é de 90% para as duas entidades. A oferta e a execução dos serviços é o quesito melhor avaliado nas duas instituições, com 98% de aprovação no SENAI e 92% no SESI.
A Pesquisa de Satisfação do SESI e do SENAI foi realizada entre setembro e dezembro de 2016. Foram entrevistadas 2.275 empresas atendidas pelo SESI e 1.646 indústrias atendidas pelo SENAI. O grau de confiança é de 95%.

Agência de Notícias CNI