Flamengo vence Boavista por 2 a 0 conquista Taça Guanabara

O Flamengo é campeão da Taça Guanabara. O Rubro-Negro venceu o Boavista por 2 a 0 em um jogo duro, no Kléber Andrade, em Cariacica, neste domingo, e conquistou o primeiro título do ano. O destino quis que o primeiro gol do time da Gávea fosse de um ex-jogador do Vasco. Kadu marcou contra o patrimônio e depois Vinicius Júnior fez o gol do título.
O primeiro tempo começou com o Boavista tomando a iniciativa. Aos 3 minutos, Controlando a partida, Boavista trocou passes no campo de ataque. Erick Flores, após tabela com Leandrão, arriscou de fora da área. A bola passou perto do gol de César. O Flamengo só conseguiu o primeiro lance de perigo aos 26 minutos, Diego cobrou falta com qualidade por cima da barreira. De mão trocada, Rafael espalmou e fez bela defesa. A melhor oportunidade foi também do Rubro-Negro. Aos 32 minutos, após cruzamento da direita, a defesa do Boavista tirou mal, a bola sobrou para Diego, mais ou menos na marca do pênalti. Ele bateu de primeira. O goleiro Rafael já estava vencido, mas Kadu conseguiu impedir o gol.
O Flamengo tentou pressionar no segundo tempo. Aos 5 minutos do segundo tempo, o Flamengo quase abriu o placar. Em duas jogadas de Éverton Ribeiro, na primeira, ele lançou Paquetá que finalizou em cima de Rafael. No rebote, cruzou. Dourado cabeceou para fora. Aos 19 minutos, Diego cruzou na área. Leandrão não acompanhou Réver, que ficou livre. O zagueiro cabeceou para trás, buscando Dourado. A bola, porém, bateu em Kadu Fernandes, ex-jogador do Vasco, e entrou. Gol contra que abriu o placar. Aos 32 minutos apareceu a joia do Flamengo. Éverton Ribeiro dominou a bola na entrada da área. Percebeu Vinicius Junior livre. Elivelton dava condição. O atacante desviou de leve, o suficiente para tirar Rafael do lance, dando números finais a partida.
O dia

O Flamengo é campeão da Taça Guanabara. O Rubro-Negro venceu o Boavista por 2 a 0 em um jogo duro, no Kléber Andrade, em Cariacica, neste domingo, e conquistou o primeiro título do ano. O destino quis que o primeiro gol do time da Gávea fosse de um ex-jogador do Vasco. Kadu marcou contra o patrimônio e depois Vinicius Júnior fez o gol do título.
O primeiro tempo começou com o Boavista tomando a iniciativa. Aos 3 minutos, Controlando a partida, Boavista trocou passes no campo de ataque. Erick Flores, após tabela com Leandrão, arriscou de fora da área. A bola passou perto do gol de César. O Flamengo só conseguiu o primeiro lance de perigo aos 26 minutos, Diego cobrou falta com qualidade por cima da barreira. De mão trocada, Rafael espalmou e fez bela defesa. A melhor oportunidade foi também do Rubro-Negro. Aos 32 minutos, após cruzamento da direita, a defesa do Boavista tirou mal, a bola sobrou para Diego, mais ou menos na marca do pênalti. Ele bateu de primeira. O goleiro Rafael já estava vencido, mas Kadu conseguiu impedir o gol.
O Flamengo tentou pressionar no segundo tempo. Aos 5 minutos do segundo tempo, o Flamengo quase abriu o placar. Em duas jogadas de Éverton Ribeiro, na primeira, ele lançou Paquetá que finalizou em cima de Rafael. No rebote, cruzou. Dourado cabeceou para fora. Aos 19 minutos, Diego cruzou na área. Leandrão não acompanhou Réver, que ficou livre. O zagueiro cabeceou para trás, buscando Dourado. A bola, porém, bateu em Kadu Fernandes, ex-jogador do Vasco, e entrou. Gol contra que abriu o placar. Aos 32 minutos apareceu a joia do Flamengo. Éverton Ribeiro dominou a bola na entrada da área. Percebeu Vinicius Junior livre. Elivelton dava condição. O atacante desviou de leve, o suficiente para tirar Rafael do lance, dando números finais a partida.
O dia