Fluminense domina e goleia no clássico contra reservas do Flamengo

A cabeça do Flamengo está na estreia pela Libertadores e, por isso, os reservas foram a campo no clássico contra o Fluminense. Mas o resultado foi muito pior do que os flamenguistas mais pessimistas poderiam imaginar. Com grande atuação de Marcos Júnior, o Flu goleou no primeiro encontro dos clubes no ano: 4 a 0 na Arena Pantanal.
O time de Abel Braga segue em grande fase. Agora, são três goleadas seguidas – últimos jogos terminaram em 5 a 0 sobre o Salgueiro-PE e 4 a 0 sobre o Bangu. Mais que isso, são seis vitórias consecutivas.
Já o Fla vê sua invencibilidade de nove partidas chegar ao fim.

O JOGO
O Fluminense criou as melhores chances desde o primeiro minuto da partida. E foi exatamente na oportunidade do minuto inicial que o Marcos Júnior abriu o placar.
Sornoza lançou, Rômulo e Léo Duarte falharam e deixam a bola passar, e ela cai nos pés do camisa 35 para chutar e fazer 1 a 0.
Aos 5, a melhor chegada do Flamengo. Felipe Vizeu recebeu e escorou para Marlos, que acertou a trave do goleiro Júlio César.
Mas, depois disso, o Fluminense mandou na partida.
Aos 17, Sornoza cobrou escanteio, Renato Chaves desviou, a bola desviou em Trauco e voltou para o próprio Renato Chaves fazer 2 a 0.
Aos 42, o terceiro gol tricolor. Marlos cruzou, Marcos Júnior tentou de primeira e parou em Diego Alves. No rebote, o lateral aproveitou e empurrou para as redes. 3 a 0 em Cuiabá.
Depois do intervalo, mais do mesmo no clássico.
Aos 10 minutos, Gilberto cruzou da direita para Marcos Júnior. O atacante apareceu sozinho, à frente da marcação, para cabecear para o gol. 4 a 0 Flu.
Aos 31, a equipe de Abel Braga ainda teve a chance de marcar o 5º gol, não fosse por Diego Alves. Pedro entrou cara a cara com o goleiro, que apareceu para fazer grande defesa. Na sobre Sornoza arriscou chute de dentro da área, que também parou em Diego Alves.
No final da partida, o Flamengo ainda perdeu Cuéllar, expulso. O volante fez falta no atacante Pablo Dyego e levou o segundo cartão amarelo.
Agora, o time tricolor volta a pensar na Copa do Brasil. Na quinta-feira, o adversário é o Avaí, no Rio de Janeiro. Já os rubro-negros entram em campo na quarta-feira, com um rival de peso na Libertadores. O River Plate é o adversário na estreia do torneio continental.
ESPN

A cabeça do Flamengo está na estreia pela Libertadores e, por isso, os reservas foram a campo no clássico contra o Fluminense. Mas o resultado foi muito pior do que os flamenguistas mais pessimistas poderiam imaginar. Com grande atuação de Marcos Júnior, o Flu goleou no primeiro encontro dos clubes no ano: 4 a 0 na Arena Pantanal.
O time de Abel Braga segue em grande fase. Agora, são três goleadas seguidas – últimos jogos terminaram em 5 a 0 sobre o Salgueiro-PE e 4 a 0 sobre o Bangu. Mais que isso, são seis vitórias consecutivas.
Já o Fla vê sua invencibilidade de nove partidas chegar ao fim.

O JOGO
O Fluminense criou as melhores chances desde o primeiro minuto da partida. E foi exatamente na oportunidade do minuto inicial que o Marcos Júnior abriu o placar.
Sornoza lançou, Rômulo e Léo Duarte falharam e deixam a bola passar, e ela cai nos pés do camisa 35 para chutar e fazer 1 a 0.
Aos 5, a melhor chegada do Flamengo. Felipe Vizeu recebeu e escorou para Marlos, que acertou a trave do goleiro Júlio César.
Mas, depois disso, o Fluminense mandou na partida.
Aos 17, Sornoza cobrou escanteio, Renato Chaves desviou, a bola desviou em Trauco e voltou para o próprio Renato Chaves fazer 2 a 0.
Aos 42, o terceiro gol tricolor. Marlos cruzou, Marcos Júnior tentou de primeira e parou em Diego Alves. No rebote, o lateral aproveitou e empurrou para as redes. 3 a 0 em Cuiabá.
Depois do intervalo, mais do mesmo no clássico.
Aos 10 minutos, Gilberto cruzou da direita para Marcos Júnior. O atacante apareceu sozinho, à frente da marcação, para cabecear para o gol. 4 a 0 Flu.
Aos 31, a equipe de Abel Braga ainda teve a chance de marcar o 5º gol, não fosse por Diego Alves. Pedro entrou cara a cara com o goleiro, que apareceu para fazer grande defesa. Na sobre Sornoza arriscou chute de dentro da área, que também parou em Diego Alves.
No final da partida, o Flamengo ainda perdeu Cuéllar, expulso. O volante fez falta no atacante Pablo Dyego e levou o segundo cartão amarelo.
Agora, o time tricolor volta a pensar na Copa do Brasil. Na quinta-feira, o adversário é o Avaí, no Rio de Janeiro. Já os rubro-negros entram em campo na quarta-feira, com um rival de peso na Libertadores. O River Plate é o adversário na estreia do torneio continental.
ESPN