Sargento de Campina Grande/PB é assassinado a tiros por outro policial dentro do Centro de Formação da PM

Um sargento da Polícia Militar foi assassinado na madrugada desta quinta-feira (15), dentro do alojamento do Centro de Educação da Polícia Militar da Paraíba, no bairro de Mangabeira, em João Pessoa.
O sargento J. Lúcio, do município de Campina Grande, no Agreste da Paraíba, foi morto com dois tiros. O sargento Lira é o acusado de realizar os disparos.
A vítima foi socorrida para o Hospital de Trauma da capital, por volta de 1h, mas chegou à unidade sem vida.
O BLOGDOMARCIORANGEL está apurando mais informações. Outros detalhes serão divulgados em breve.
Outro caso – No dia 5 de março, um soldado foi acusado de matar um cabo da Polícia Militar (PM) com dois tiros, no bairro de Manaíra, na capital. O cabo André Pereira era casado com a prima do soldado Tavares, que de acordo as investigações, os parentes disputam a herança de um apartamento, no bairro de Manaíra, onde aconteceu o crime.

Com informações do Portal T5

Um sargento da Polícia Militar foi assassinado na madrugada desta quinta-feira (15), dentro do alojamento do Centro de Educação da Polícia Militar da Paraíba, no bairro de Mangabeira, em João Pessoa.
O sargento J. Lúcio, do município de Campina Grande, no Agreste da Paraíba, foi morto com dois tiros. O sargento Lira é o acusado de realizar os disparos.
A vítima foi socorrida para o Hospital de Trauma da capital, por volta de 1h, mas chegou à unidade sem vida.
O BLOGDOMARCIORANGEL está apurando mais informações. Outros detalhes serão divulgados em breve.
Outro caso – No dia 5 de março, um soldado foi acusado de matar um cabo da Polícia Militar (PM) com dois tiros, no bairro de Manaíra, na capital. O cabo André Pereira era casado com a prima do soldado Tavares, que de acordo as investigações, os parentes disputam a herança de um apartamento, no bairro de Manaíra, onde aconteceu o crime.

Com informações do Portal T5