FPF admite marcar Botafogo-PB e Treze para segunda à noite

A FPF deixou nas mãos do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) a possibilidade de marcar a semifinal entre Botafogo-PB x Treze para a noite desta segunda-feira. Ao se dirigir ao órgão e explicar o porquê de não ter confirmado o clássico para a tarde deste domingo, a Federação fez uma consulta legal se poderia dispensar os “obstáculos legais” para a marcação do jogo.
A nota endereçada ao presidente do STJD, Ronaldo Botelho Piacente, e assinada pelo diretor jurídico da FPF, Marcos Souto Maior Filho, sugere duas datas para a realização da partida: dia 19 (segunda-feira) e dia 25 (próximo domingo). Isso porque, na próxima quinta-feira, tanto Botafogo-PB, quanto Treze, entram em campo pela Copa do Nordeste e há a obrigação de se respeitar o intervalo de 72 horas entre um jogo e outro.
A Federação explica a decisão de não ter remarcado a partida para este domingo, evocando o Artigo 14 do Estatuto do Torcedor (que fala das obrigações do mandante em garantir a segurança da partida), lembrando que “inexiste condição de coordenar todos os envolvidos na realização de uma partida em prazo tão exíguo, sob pena de serem inobservadas as disposões legais”, diz a nota.
Em outro trecho, também cita três novos artigos do Estatuto do Torcedor para justificar a não marcação da partida no domingo: o 16 (que fala dos deveres da FPF), 17 (os direitos dos torcedores) e 20 (relativo à venda de ingressos com o prazo de 72 horas para o jogo). Esses mesmos artigos impediriam que o jogo acontecesse na segunda-feira, por isso a Federação consulta o STJD sobre o caso.
O jogo pode acontecer na segunda-feira, mas só se o STJD concordar em passar por cima dos artigos citados do Estatuto do Torcedor. A FPF informa ainda que Botafogo-PB e Treze disputam a Copa do Nordeste e têm jogos no meio de semana, restando apenas o domingo para se fazer cumprir a decisão do STJD.
Redação com globoesportes.com

A FPF deixou nas mãos do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) a possibilidade de marcar a semifinal entre Botafogo-PB x Treze para a noite desta segunda-feira. Ao se dirigir ao órgão e explicar o porquê de não ter confirmado o clássico para a tarde deste domingo, a Federação fez uma consulta legal se poderia dispensar os “obstáculos legais” para a marcação do jogo.
A nota endereçada ao presidente do STJD, Ronaldo Botelho Piacente, e assinada pelo diretor jurídico da FPF, Marcos Souto Maior Filho, sugere duas datas para a realização da partida: dia 19 (segunda-feira) e dia 25 (próximo domingo). Isso porque, na próxima quinta-feira, tanto Botafogo-PB, quanto Treze, entram em campo pela Copa do Nordeste e há a obrigação de se respeitar o intervalo de 72 horas entre um jogo e outro.
A Federação explica a decisão de não ter remarcado a partida para este domingo, evocando o Artigo 14 do Estatuto do Torcedor (que fala das obrigações do mandante em garantir a segurança da partida), lembrando que “inexiste condição de coordenar todos os envolvidos na realização de uma partida em prazo tão exíguo, sob pena de serem inobservadas as disposões legais”, diz a nota.
Em outro trecho, também cita três novos artigos do Estatuto do Torcedor para justificar a não marcação da partida no domingo: o 16 (que fala dos deveres da FPF), 17 (os direitos dos torcedores) e 20 (relativo à venda de ingressos com o prazo de 72 horas para o jogo). Esses mesmos artigos impediriam que o jogo acontecesse na segunda-feira, por isso a Federação consulta o STJD sobre o caso.
O jogo pode acontecer na segunda-feira, mas só se o STJD concordar em passar por cima dos artigos citados do Estatuto do Torcedor. A FPF informa ainda que Botafogo-PB e Treze disputam a Copa do Nordeste e têm jogos no meio de semana, restando apenas o domingo para se fazer cumprir a decisão do STJD.
Redação com globoesportes.com