Pastor reage a assalto e morre baleado dentro de casa em Manaus

O pastor e empresário Diego Gonzaga da Silva, de 34 anos, foi morto com um tiro na barriga em um assalto à casa onde ele morava na Zona Norte de Manaus. O pai da vítima informou que o filho foi baleado após reagir ao crime, na madrugada desse domingo (1º). Um cliente do empresário é um dos suspeitos.
A Polícia Civil contou ao G1 que dois assaltantes entraram no imóvel por volta de 1h e renderam um funcionário e familiares que estavam no local.
“O funcionário veio para buscar um carro. Quando ele entrava, foi rendido pelos assaltantes. Eles entraram na casa e estava eu, meu neto, minha mulher, meu filho e a esposa dele. Os assaltantes queriam dinheiro”, disse o pai do pastor e empresário Mário Viana, de 57 anos.
Ainda segundo Viana, os assaltantes levaram cerca de R$ 1.200.
“No momento que eles iam embora, Diego foi atrás deles e reagiu. Ele segurou o que estava armado, ainda conseguiu tirar a arma da mão dele, mas já estava baleado”, lamentou o pai.
Gonzaga chegou a ser levado para o Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, mas não resistiu.
Viana afirma que um dos bandidos foi reconhecido pela família como um cliente da rede de venda de cachorro quente de Gonzaga.
O corpo do pastor foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). O velório aconteceu na casa da família, nesta segunda-feira (2).
A Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd) vai investigar o crime.
MSN

O pastor e empresário Diego Gonzaga da Silva, de 34 anos, foi morto com um tiro na barriga em um assalto à casa onde ele morava na Zona Norte de Manaus. O pai da vítima informou que o filho foi baleado após reagir ao crime, na madrugada desse domingo (1º). Um cliente do empresário é um dos suspeitos.
A Polícia Civil contou ao G1 que dois assaltantes entraram no imóvel por volta de 1h e renderam um funcionário e familiares que estavam no local.
“O funcionário veio para buscar um carro. Quando ele entrava, foi rendido pelos assaltantes. Eles entraram na casa e estava eu, meu neto, minha mulher, meu filho e a esposa dele. Os assaltantes queriam dinheiro”, disse o pai do pastor e empresário Mário Viana, de 57 anos.
Ainda segundo Viana, os assaltantes levaram cerca de R$ 1.200.
“No momento que eles iam embora, Diego foi atrás deles e reagiu. Ele segurou o que estava armado, ainda conseguiu tirar a arma da mão dele, mas já estava baleado”, lamentou o pai.
Gonzaga chegou a ser levado para o Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, mas não resistiu.
Viana afirma que um dos bandidos foi reconhecido pela família como um cliente da rede de venda de cachorro quente de Gonzaga.
O corpo do pastor foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). O velório aconteceu na casa da família, nesta segunda-feira (2).
A Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd) vai investigar o crime.
MSN