Três bandidos morrem em confronto com polícias em Assu/RN

A noite de segunda e madrugada desta terça feira (10) foi bastante movimentada no setor policial na cidade de Assu. Segundo informações, quatro pessoas vieram a óbito, três delas morreram em confronto com as polícias Civil e Militar do 10º BPM.

Ainda de acordo com informações, por volta das 22h, três elementos torturaram e executaram dentro de uma residência, no bairro Vertentes, a pessoa de João Batista de Souza, mais conhecido por ‘Batistinha’, em seguida colocaram o corpo dentro de um carro e desovaram numa estrada carroçável.

Ao sair do local da desova, os elementos se depararam com a polícia que tentou aborda-los, os suspeitos não obedeceram a ordem de parada dos policiais na altura da BR-304 e atiraram contra a viatura, onde deu início um confronto que foi até ao conjunto Colorado.

Os três foram baleados e socorridos pela polícia para o Hospital Regional de Assu, mas ambos vieram a óbito. O corpo de Batistinha foi encontrado na estrada do Mendubim com marcas de torturas, ficando praticamente irreconhecível.

Catolé em Foco

A noite de segunda e madrugada desta terça feira (10) foi bastante movimentada no setor policial na cidade de Assu. Segundo informações, quatro pessoas vieram a óbito, três delas morreram em confronto com as polícias Civil e Militar do 10º BPM.

Ainda de acordo com informações, por volta das 22h, três elementos torturaram e executaram dentro de uma residência, no bairro Vertentes, a pessoa de João Batista de Souza, mais conhecido por ‘Batistinha’, em seguida colocaram o corpo dentro de um carro e desovaram numa estrada carroçável.

Ao sair do local da desova, os elementos se depararam com a polícia que tentou aborda-los, os suspeitos não obedeceram a ordem de parada dos policiais na altura da BR-304 e atiraram contra a viatura, onde deu início um confronto que foi até ao conjunto Colorado.

Os três foram baleados e socorridos pela polícia para o Hospital Regional de Assu, mas ambos vieram a óbito. O corpo de Batistinha foi encontrado na estrada do Mendubim com marcas de torturas, ficando praticamente irreconhecível.

Catolé em Foco