Representantes do IICA no Brasil e Programa Semear Internacional visitam ações do Procase

iicaO Projeto de Desenvolvimento Sustentável do Cariri, Seridó e Curimataú (Procase), recebeu, nos dias 19 e 20 de abril, a visita de representantes do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) no Brasil, e também do Programa Semear Internacional, que estiveram conhecendo algumas ações apoiadas pelo Procase no Estado. A delegação foi formada pelo representante do IICA no Brasil, Hernán Chiriboga, pelo Consultor da Área de Agricultura, Territórios e Bem Estar Rural, Renato Carvalho, e também pela Coordenadora do Semear Internacional, Fabiana Viterbo, que estiveram sendo acompanhados pelo Coordenador do Procase, Aristeu Chaves, bem como pelas equipes regionais do Projeto nos territórios visitados.
A delegação visitou a sede do Procase em João Pessoa, onde esteve reunida com o coordenador do Projeto, além de suas gerências e assessorias, com o objetivo de conhecer a equipe e esclarecer os objetivos da visita, que buscou estreitar os laços entre o IICA e o Procase, conhecendo melhor a realidade dos beneficiários do Projeto e vendo as reais mudanças que são identificadas junto as comunidades atendidas.
As visitas de campo iniciaram pela comunidade Chã do Jardim, no município de Areia, onde há uma experiência bem-sucedida na área de turismo rural. A comunidade não fica localizada na área de atuação do Procase, mas trata-se de um trabalho inspirador a outros projetos que buscam atuar em ações voltadas ao turismo rural, podendo ser alvo de intercâmbios e formações que venham a ser realizadas junto aos beneficiários. No local, há uma unidade de beneficiamento de polpa de fruta, que é comercializada na região, além de um restaurante e uma loja com produtos regionais, e também são realizados passeios e trilhas na Mata do Pau Ferro, localizada nas proximidades, além de uma área de camping que funciona no local.
iica2O grupo também visitou o Assentamento Oziel Perreira, comunidade apoiado pelas ações do Procase, através do grupo de mulheres ‘As Margaridas’. O assentamento fica localizado no município de Remígio, e a comunidade vem sendo beneficiada com a construção de uma cozinha comunitária, que objetiva potencializar a produção de bolos, tapiocas e outros alimentos que já vem sendo produzidas pelo grupo, sendo fornecidos a merenda escolar do município, além de comercializados sob encomenda na região. Dentro do projeto que vem sendo desenvolvido com apoio do Procase, as mulheres também terão um espaço físico para a venda desses produtos, aquisição de equipamentos, além de capacitações na área de comercialização e marketing.
Na oportunidade, os representantes do IICA e Semear Internacional puderam conversar com as beneficiárias, conhecer um pouco mais sobre a história do grupo e escutá-las quanto as suas necessidades.
A visitação prosseguiu no município de Soledade, junto a comunidade de Quixudi, onde uma Unidade de Aprendizagem do Procase vem desenvolvendo a experiência do uso de potes de barro para irrigação, semelhantes aos utilizados para guardar água potável. Os potes enterrados e abastecidos com água, servem como ferramenta para suprir o solo com a umidade necessária
ao desenvolvimento das plantas. Dessa forma, a comunidade vem fazendo o plantio de hortaliças, legumes e plantas frutíferas, em sistema de mandalas, distribuindo-as ao redor dos potes. A sugestão de uso desse sistema foi feita pelo representante do IICA, Hernán Chiriboga, em visita anterior as ações do Procase, e na ocasião ele pôde constatar o desenvolvimento do sistema, que vem obtendo êxito na região.
Encerrando as visitas no Estado, a delegação esteve no município de São Vicente do Seridó, mais precisamente no Assentamento Olho D’água, visitando um sistema de dessalinização que foi desenvolvido através da captação de energia solar. O dessalinizador transforma água salobra em potável e foi produzido a partir de uma experiência envolvendo alunos do curso de Agroecologia e membros da Cooperativa de Trabalho Múltiplo de Apoio às Organizações de Autopromoção (COONAP), no campus II da UEPB, município de Lagoa Seca. A unidade que se encontra no assentamento Olho D’água foi implantada pelo INCRA, e por dia chega a produzir 110 litros de água potável.
Através das visitas em campo a delegação pôde avaliar de forma positiva a atuação do Procase no Estado, bem como identificar possíveis temas para serem alvo de intercâmbios, cursos e capacitações, com o objetivo de potencializar o desenvolvimento dos projetos produtivos que são realizados nessas comunidades rurais.
O Procase é fruto da parceria entre o Governo do Estado da Paraíba e o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), organismo das Nações Unidas (ONU), beneficiando 56 municípios do semiárido paraibano, e visa fortalecer a agricultura familiar e contribuir para o desenvolvimento rural sustentável, reduzindo os níveis de pobreza rural e fortalecendo ações de prevenção e mitigação da desertificação.

Assessoria de Comunicação
Jornalista responsável: Samantha Pimentel
samantha.pimentel@procase.pb.gov.br

iicaO Projeto de Desenvolvimento Sustentável do Cariri, Seridó e Curimataú (Procase), recebeu, nos dias 19 e 20 de abril, a visita de representantes do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) no Brasil, e também do Programa Semear Internacional, que estiveram conhecendo algumas ações apoiadas pelo Procase no Estado. A delegação foi formada pelo representante do IICA no Brasil, Hernán Chiriboga, pelo Consultor da Área de Agricultura, Territórios e Bem Estar Rural, Renato Carvalho, e também pela Coordenadora do Semear Internacional, Fabiana Viterbo, que estiveram sendo acompanhados pelo Coordenador do Procase, Aristeu Chaves, bem como pelas equipes regionais do Projeto nos territórios visitados.
A delegação visitou a sede do Procase em João Pessoa, onde esteve reunida com o coordenador do Projeto, além de suas gerências e assessorias, com o objetivo de conhecer a equipe e esclarecer os objetivos da visita, que buscou estreitar os laços entre o IICA e o Procase, conhecendo melhor a realidade dos beneficiários do Projeto e vendo as reais mudanças que são identificadas junto as comunidades atendidas.
As visitas de campo iniciaram pela comunidade Chã do Jardim, no município de Areia, onde há uma experiência bem-sucedida na área de turismo rural. A comunidade não fica localizada na área de atuação do Procase, mas trata-se de um trabalho inspirador a outros projetos que buscam atuar em ações voltadas ao turismo rural, podendo ser alvo de intercâmbios e formações que venham a ser realizadas junto aos beneficiários. No local, há uma unidade de beneficiamento de polpa de fruta, que é comercializada na região, além de um restaurante e uma loja com produtos regionais, e também são realizados passeios e trilhas na Mata do Pau Ferro, localizada nas proximidades, além de uma área de camping que funciona no local.
iica2O grupo também visitou o Assentamento Oziel Perreira, comunidade apoiado pelas ações do Procase, através do grupo de mulheres ‘As Margaridas’. O assentamento fica localizado no município de Remígio, e a comunidade vem sendo beneficiada com a construção de uma cozinha comunitária, que objetiva potencializar a produção de bolos, tapiocas e outros alimentos que já vem sendo produzidas pelo grupo, sendo fornecidos a merenda escolar do município, além de comercializados sob encomenda na região. Dentro do projeto que vem sendo desenvolvido com apoio do Procase, as mulheres também terão um espaço físico para a venda desses produtos, aquisição de equipamentos, além de capacitações na área de comercialização e marketing.
Na oportunidade, os representantes do IICA e Semear Internacional puderam conversar com as beneficiárias, conhecer um pouco mais sobre a história do grupo e escutá-las quanto as suas necessidades.
A visitação prosseguiu no município de Soledade, junto a comunidade de Quixudi, onde uma Unidade de Aprendizagem do Procase vem desenvolvendo a experiência do uso de potes de barro para irrigação, semelhantes aos utilizados para guardar água potável. Os potes enterrados e abastecidos com água, servem como ferramenta para suprir o solo com a umidade necessária
ao desenvolvimento das plantas. Dessa forma, a comunidade vem fazendo o plantio de hortaliças, legumes e plantas frutíferas, em sistema de mandalas, distribuindo-as ao redor dos potes. A sugestão de uso desse sistema foi feita pelo representante do IICA, Hernán Chiriboga, em visita anterior as ações do Procase, e na ocasião ele pôde constatar o desenvolvimento do sistema, que vem obtendo êxito na região.
Encerrando as visitas no Estado, a delegação esteve no município de São Vicente do Seridó, mais precisamente no Assentamento Olho D’água, visitando um sistema de dessalinização que foi desenvolvido através da captação de energia solar. O dessalinizador transforma água salobra em potável e foi produzido a partir de uma experiência envolvendo alunos do curso de Agroecologia e membros da Cooperativa de Trabalho Múltiplo de Apoio às Organizações de Autopromoção (COONAP), no campus II da UEPB, município de Lagoa Seca. A unidade que se encontra no assentamento Olho D’água foi implantada pelo INCRA, e por dia chega a produzir 110 litros de água potável.
Através das visitas em campo a delegação pôde avaliar de forma positiva a atuação do Procase no Estado, bem como identificar possíveis temas para serem alvo de intercâmbios, cursos e capacitações, com o objetivo de potencializar o desenvolvimento dos projetos produtivos que são realizados nessas comunidades rurais.
O Procase é fruto da parceria entre o Governo do Estado da Paraíba e o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), organismo das Nações Unidas (ONU), beneficiando 56 municípios do semiárido paraibano, e visa fortalecer a agricultura familiar e contribuir para o desenvolvimento rural sustentável, reduzindo os níveis de pobreza rural e fortalecendo ações de prevenção e mitigação da desertificação.

Assessoria de Comunicação
Jornalista responsável: Samantha Pimentel
samantha.pimentel@procase.pb.gov.br