Belo empata com o Bahia e é eliminado do Nordestão

Ao entrar em campo na noite desta quinta-feira (3), no estádio Pituaçu, em Salvador (BA), a equipe do Botafogo-PB já sabia da dificuldade em conseguir a classificação diante do Bahia, após perder por 2 a 1, em casa, no jogo de ida das quartas de final da Copa do Nordeste 2018. Com um placar de 0 a 0 neste segundo jogo, o time paraibano foi eliminado da competição regional.

Nos primeiros minutos de partida, o Bahia já aparentava querer administrar a vantagem conquistada nos primeiros 90 minutos. O Tricolor procurava tocar a bola no campo de defesa. Enquanto isso, o Belo marcava de longe e, quando tentava trabalhar a bola, sofria com falta de espaços.

Aos 13 minutos, o Bahia teve a primeira grande chance do jogo. Élber arriscou de fora da área, a bola explodiu na trave esquerda do goleiro Saulo e caiu nos pés de Zé Rafael. O jogador tricolor finalizou para o gol livre, mas o zagueiro Walber apareceu para salvar praticamente em cima da linha. A bola ainda voltou para Zé Rafael, que mandou para fora. Dois minutos depois, o time pessoense tentou responder: Dico cruzou da esquerda, na área do Bahia, buscando Nando, mas o cruzamento saiu forte demais e a bola se perdeu pela linha de fundo.

Sem pressa, o Bahia seguiu trocando passes e mantendo a posse de bola. Aos 23 minutos, mais uma oportunidade perdida pelo time da casa: Brumado recebeu na área e ajeitou para Régis, que soltou uma bomba. No centro do gol, Saulo salvou o Belo. Na sequência do lance, Zé Rafael recebeu cruzamento rasteiro da direita e bateu de primeira, livre, na linha da pequena área, mas mandou para fora, por cima do gol de Saulo.

Aos 30 minutos, ainda com pressão intensa do Bahia, João Pedro cruzou na medida para Brumado, que completou de cabeça e mandou para as redes do goleiro Saulo. Mas a arbitragem marcou impedimento do atacante do clube baiano.

O segundo tempo começou animado para o Botafogo-PB. Marcos Aurélio cobrou falta de muito longe, mandando uma bomba direto para o gol. O goleiro Douglas se esticou e desviou para escanteio. Após o lance, o Bahia voltou a trocar passes, tentando manter o ritmo do primeiro tempo. A estratégia acabou contendo os ânimos botafoguenses.

Aos 14 minutos, novamente o Bahia esboçou mexer no marcador, sem sucesso. Zé Rafael tabelou com Régis, que passou para Allione, que dominou e chutou rasteiro, acertando a trave esquerda do goleiro Saulo. Quatro minutos depois veio a resposta do Belo. Após jogada brigada, a bola quicou na frente de Nando, que chutou forte. A bola foi no meio do gol e o goleiro Douglas fez defesa em dois tempos.

O Botafogo-PB, apesar de mostrar tranquilidade com a bola no pé na reta final do jogo, não desenvolveu mais chances claras de gol. O Bahia ainda tentou criar algumas oportunidades, mas acabou segurando o resultado e garantindo a classificação às semifinais do Nordestão.
Portalcorreio

Ao entrar em campo na noite desta quinta-feira (3), no estádio Pituaçu, em Salvador (BA), a equipe do Botafogo-PB já sabia da dificuldade em conseguir a classificação diante do Bahia, após perder por 2 a 1, em casa, no jogo de ida das quartas de final da Copa do Nordeste 2018. Com um placar de 0 a 0 neste segundo jogo, o time paraibano foi eliminado da competição regional.

Nos primeiros minutos de partida, o Bahia já aparentava querer administrar a vantagem conquistada nos primeiros 90 minutos. O Tricolor procurava tocar a bola no campo de defesa. Enquanto isso, o Belo marcava de longe e, quando tentava trabalhar a bola, sofria com falta de espaços.

Aos 13 minutos, o Bahia teve a primeira grande chance do jogo. Élber arriscou de fora da área, a bola explodiu na trave esquerda do goleiro Saulo e caiu nos pés de Zé Rafael. O jogador tricolor finalizou para o gol livre, mas o zagueiro Walber apareceu para salvar praticamente em cima da linha. A bola ainda voltou para Zé Rafael, que mandou para fora. Dois minutos depois, o time pessoense tentou responder: Dico cruzou da esquerda, na área do Bahia, buscando Nando, mas o cruzamento saiu forte demais e a bola se perdeu pela linha de fundo.

Sem pressa, o Bahia seguiu trocando passes e mantendo a posse de bola. Aos 23 minutos, mais uma oportunidade perdida pelo time da casa: Brumado recebeu na área e ajeitou para Régis, que soltou uma bomba. No centro do gol, Saulo salvou o Belo. Na sequência do lance, Zé Rafael recebeu cruzamento rasteiro da direita e bateu de primeira, livre, na linha da pequena área, mas mandou para fora, por cima do gol de Saulo.

Aos 30 minutos, ainda com pressão intensa do Bahia, João Pedro cruzou na medida para Brumado, que completou de cabeça e mandou para as redes do goleiro Saulo. Mas a arbitragem marcou impedimento do atacante do clube baiano.

O segundo tempo começou animado para o Botafogo-PB. Marcos Aurélio cobrou falta de muito longe, mandando uma bomba direto para o gol. O goleiro Douglas se esticou e desviou para escanteio. Após o lance, o Bahia voltou a trocar passes, tentando manter o ritmo do primeiro tempo. A estratégia acabou contendo os ânimos botafoguenses.

Aos 14 minutos, novamente o Bahia esboçou mexer no marcador, sem sucesso. Zé Rafael tabelou com Régis, que passou para Allione, que dominou e chutou rasteiro, acertando a trave esquerda do goleiro Saulo. Quatro minutos depois veio a resposta do Belo. Após jogada brigada, a bola quicou na frente de Nando, que chutou forte. A bola foi no meio do gol e o goleiro Douglas fez defesa em dois tempos.

O Botafogo-PB, apesar de mostrar tranquilidade com a bola no pé na reta final do jogo, não desenvolveu mais chances claras de gol. O Bahia ainda tentou criar algumas oportunidades, mas acabou segurando o resultado e garantindo a classificação às semifinais do Nordestão.
Portalcorreio