Bandidos jogam gasolina em grávida e ameaçam atear fogo durante assalto em Campina Grande

Covardia e terror! Estas palavras definem o que ocorreu por volta das 11h00 da sexta-feira (04) quando assaltantes invadiram um mercadinho no Bairro Ramadinha II, em Campina Grande.

No local também funciona um correspondente “Caixa Aqui”.
Eles jogaram gasolina numa jovem funcionária que está gravida e ameaçaram atear fogo.

Os bandidos ainda efetuaram disparos no interior do estabelecimento, mas ninguém ficou ferido.
Eram cinco encapuzados que estavam num Honda Civic de cor preta.
O grupo entrou no estabelecimento no momento em que havia muitos clientes que foram obrigados a deitarem-se no chão.
Um dos bandidos usou um recipiente com gasolina, se aproximou da abertura de vidro onde funciona o “Caixa Aqui”, apertou o recipiente que jorrou gasolina na funcionária deixando o cabelo e a roupa dela encharcados.
Caso ela não abrisse uma porta, eles disseram que iriam atear fogo.
A jovem não teve alternativa a não ser cumprir com as exigências dos assaltantes que também ameaçaram atirar no proprietário (pai dela) que já estava com uma arma apontada para a cabeça.
Os bandidos levaram R$ 26.000 do correspondente bancário e R$ 2.000 do mercadinho.
Ação impressionou pela forma covarde de como a quadrilha agiu.
A revolta tomou conta dos funcionários e clientes.
A jovem entrou em estado de choque e recebeu apoio de amigos e familiares.
Na saída os assaltantes ainda deram tiros para o alto dentro do local e fugiram com sentido ao Bairro Mutirão.
Blog de Renato Diniz

Covardia e terror! Estas palavras definem o que ocorreu por volta das 11h00 da sexta-feira (04) quando assaltantes invadiram um mercadinho no Bairro Ramadinha II, em Campina Grande.

No local também funciona um correspondente “Caixa Aqui”.
Eles jogaram gasolina numa jovem funcionária que está gravida e ameaçaram atear fogo.

Os bandidos ainda efetuaram disparos no interior do estabelecimento, mas ninguém ficou ferido.
Eram cinco encapuzados que estavam num Honda Civic de cor preta.
O grupo entrou no estabelecimento no momento em que havia muitos clientes que foram obrigados a deitarem-se no chão.
Um dos bandidos usou um recipiente com gasolina, se aproximou da abertura de vidro onde funciona o “Caixa Aqui”, apertou o recipiente que jorrou gasolina na funcionária deixando o cabelo e a roupa dela encharcados.
Caso ela não abrisse uma porta, eles disseram que iriam atear fogo.
A jovem não teve alternativa a não ser cumprir com as exigências dos assaltantes que também ameaçaram atirar no proprietário (pai dela) que já estava com uma arma apontada para a cabeça.
Os bandidos levaram R$ 26.000 do correspondente bancário e R$ 2.000 do mercadinho.
Ação impressionou pela forma covarde de como a quadrilha agiu.
A revolta tomou conta dos funcionários e clientes.
A jovem entrou em estado de choque e recebeu apoio de amigos e familiares.
Na saída os assaltantes ainda deram tiros para o alto dentro do local e fugiram com sentido ao Bairro Mutirão.
Blog de Renato Diniz