Corinthians empata com Ceará e se distancia da liderança do Brasileiro

O Corinthians só empatou com o Ceará na manhã deste domingo (6), por 1 x 1, e perdeu a chance de recuperar a liderança do Campeonato Brasileiro. Além disso, diante de mais de 40 mil pessoas no Itaquerão, a equipe chegou a quatro partidas sem vitória (desde o empate contra o Vitória, no último dia 25). Já o Ceará, mesmo com boa atuação, continua próximo da zona de rebaixamento, apesar de ter feito o primeiro gol na competição.
A equipe paulista, que chegou a sete pontos na tabela, mostrou desentrosamento, até natural, no início da partida. Mas não evoluiu o suficiente durante o jogo. Vários titulares, poupados, não entraram em campo, e substitutos como Danilo, Marquinhos Gabriel, Pedrinho e Roger, que fez sua estreia, demoraram para engrenar.
O Corinthians tinha a iniciativa mas, diante de um adversário fechado, não encontrava espaços para as finalizações.
Além disso, erros de passes excessivos quebravam o ritmo do meio-campo e facilitavam para o Ceará. Numa dessas brechas, aos 8 minutos, a bola sobrou para Wescley, que dominou pelo alto e chutou encobrindo Cássio: Ceará 1 x 0.
O Ceará se manteve fechado e, diante da necessidade de o Corinthians buscar o empate, aproveitava alguns espaços para atacar pelas laterais ou com passes rápidos para o atacante Elton.
O Corinthians só ameaçava quando Pedrinho, que começou a entrar no jogo a partir dos 20 minutos, tentava abrir espaços com jogadas individuais. Aos 27, Jadson substituiu Danilo, que se contundiu. Marquinhos Gabriel, muito criticado por torcedores, tentava pela esquerda, mas em muitas jogadas se via isolado em meio a dois marcadores.
Aos 28, em jogada individual, Pedrinho foi desarmado na área e conseguiu o escanteio. Em uma jogada que tem ficado tradicional na equipe, o zagueiro Henrique aproveitou a cobrança perfeita de Jadson e concluiu de cabeça, empatando o jogo aos 29 minutos: 1 x 1. A partir do gol, o Corinthians se impôs em campo e passou a pressionar o adversário.
A situação se manteve no segundo tempo. No intervalo, o técnico Carille pediu menos erros de passes. E o Corinthians iniciou tocando a bola, buscando maior movimentação.
O jogo dava mostras de que seria mais aberto. Logo aos 2 minutos, Jadson penetra na área e é derrubado por Luiz Otávio. Os corintianos pediram pênalti. Logo em seguida, Elton arriscou chute de fora da área e Cássio fez ótima defesa, indo buscar no canto. Em outra jogada duvidosa, Pedrinho chegou antes de Richardson e foi derrubado dentro da área, aos 6 minutos.
Para dar mais velocidade pelas beiradas do campo, Carille substituiu Marquinhos Gabriel por Mateus Vital. Com trocas de passes no ataque e deslocamentos de Mateus Vital, o Corinthians tentou avançar, mas sem êxito. E, a partir daí, só conseguiu uma grande chance aos 36, quando Mateus Vital cruzou e Roger, sozinho, cabeceou para fora. E permaneceu sem ímpeto ofensivo até o fim do jogo.
O Corinthians volta a campo na próxima quinta-feira (10), contra o Vitória, no Itaquerão, pelas oitavas da Copa do Brasil. No domingo (13), pelo Brasileiro, enfrentará o Palmeiras, também em Itaquera. O Ceará recebe o América (MG), na segunda-feira (14), às 20h, pelo Brasileiro. Antes,na quinta (10), enfrenta o CRB pela Copa do Nordeste, em Maceió.

Ficha técnica:
Corinthians x Ceará
Local: Itaquerão, em São Paulo (SP)
Data e horário: domingo, 6 de maio de 2018, 11h
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Ciro Chaban Junqueira, Daniel Henrique da Silva Andrade (DF)
Gols: Wescley, aos 8 e Henrique, aos 39 minutos do primeiro tempo
Cartões amarelos: Arnaldo, Gabriel, Éverson, Naldo, Rafael Carioca e Pedrinho
Corinthians: Cássio; Mantuan, Pedro Henrique, Henrique e Sidcley; Gabriel, Maycon, Marquinhos Gabriel (Mateus Vital), Danilo (Jadson) e Pedrinho (Emerson Sheik); Roger. Técnico: Fábio Carille.
Ceará: Éverson; Arnaldo (Naldo), Valdo, Luiz Otávio e Rafael Carioca (Romário); Juninho, Richardson, Wescley e Ricardinho; Felipe Azevedo (Hyuri) e Elton. Técnico: Marcelo Chamusca.

R7

O Corinthians só empatou com o Ceará na manhã deste domingo (6), por 1 x 1, e perdeu a chance de recuperar a liderança do Campeonato Brasileiro. Além disso, diante de mais de 40 mil pessoas no Itaquerão, a equipe chegou a quatro partidas sem vitória (desde o empate contra o Vitória, no último dia 25). Já o Ceará, mesmo com boa atuação, continua próximo da zona de rebaixamento, apesar de ter feito o primeiro gol na competição.
A equipe paulista, que chegou a sete pontos na tabela, mostrou desentrosamento, até natural, no início da partida. Mas não evoluiu o suficiente durante o jogo. Vários titulares, poupados, não entraram em campo, e substitutos como Danilo, Marquinhos Gabriel, Pedrinho e Roger, que fez sua estreia, demoraram para engrenar.
O Corinthians tinha a iniciativa mas, diante de um adversário fechado, não encontrava espaços para as finalizações.
Além disso, erros de passes excessivos quebravam o ritmo do meio-campo e facilitavam para o Ceará. Numa dessas brechas, aos 8 minutos, a bola sobrou para Wescley, que dominou pelo alto e chutou encobrindo Cássio: Ceará 1 x 0.
O Ceará se manteve fechado e, diante da necessidade de o Corinthians buscar o empate, aproveitava alguns espaços para atacar pelas laterais ou com passes rápidos para o atacante Elton.
O Corinthians só ameaçava quando Pedrinho, que começou a entrar no jogo a partir dos 20 minutos, tentava abrir espaços com jogadas individuais. Aos 27, Jadson substituiu Danilo, que se contundiu. Marquinhos Gabriel, muito criticado por torcedores, tentava pela esquerda, mas em muitas jogadas se via isolado em meio a dois marcadores.
Aos 28, em jogada individual, Pedrinho foi desarmado na área e conseguiu o escanteio. Em uma jogada que tem ficado tradicional na equipe, o zagueiro Henrique aproveitou a cobrança perfeita de Jadson e concluiu de cabeça, empatando o jogo aos 29 minutos: 1 x 1. A partir do gol, o Corinthians se impôs em campo e passou a pressionar o adversário.
A situação se manteve no segundo tempo. No intervalo, o técnico Carille pediu menos erros de passes. E o Corinthians iniciou tocando a bola, buscando maior movimentação.
O jogo dava mostras de que seria mais aberto. Logo aos 2 minutos, Jadson penetra na área e é derrubado por Luiz Otávio. Os corintianos pediram pênalti. Logo em seguida, Elton arriscou chute de fora da área e Cássio fez ótima defesa, indo buscar no canto. Em outra jogada duvidosa, Pedrinho chegou antes de Richardson e foi derrubado dentro da área, aos 6 minutos.
Para dar mais velocidade pelas beiradas do campo, Carille substituiu Marquinhos Gabriel por Mateus Vital. Com trocas de passes no ataque e deslocamentos de Mateus Vital, o Corinthians tentou avançar, mas sem êxito. E, a partir daí, só conseguiu uma grande chance aos 36, quando Mateus Vital cruzou e Roger, sozinho, cabeceou para fora. E permaneceu sem ímpeto ofensivo até o fim do jogo.
O Corinthians volta a campo na próxima quinta-feira (10), contra o Vitória, no Itaquerão, pelas oitavas da Copa do Brasil. No domingo (13), pelo Brasileiro, enfrentará o Palmeiras, também em Itaquera. O Ceará recebe o América (MG), na segunda-feira (14), às 20h, pelo Brasileiro. Antes,na quinta (10), enfrenta o CRB pela Copa do Nordeste, em Maceió.

Ficha técnica:
Corinthians x Ceará
Local: Itaquerão, em São Paulo (SP)
Data e horário: domingo, 6 de maio de 2018, 11h
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Ciro Chaban Junqueira, Daniel Henrique da Silva Andrade (DF)
Gols: Wescley, aos 8 e Henrique, aos 39 minutos do primeiro tempo
Cartões amarelos: Arnaldo, Gabriel, Éverson, Naldo, Rafael Carioca e Pedrinho
Corinthians: Cássio; Mantuan, Pedro Henrique, Henrique e Sidcley; Gabriel, Maycon, Marquinhos Gabriel (Mateus Vital), Danilo (Jadson) e Pedrinho (Emerson Sheik); Roger. Técnico: Fábio Carille.
Ceará: Éverson; Arnaldo (Naldo), Valdo, Luiz Otávio e Rafael Carioca (Romário); Juninho, Richardson, Wescley e Ricardinho; Felipe Azevedo (Hyuri) e Elton. Técnico: Marcelo Chamusca.

R7