Secretaria de Cultura de Queimadas promove oficina de poesia e cordel

A Prefeitura de Queimadas, através da Secretaria Municipal de Turismo, Esporte, Cultura e Lazer (Secult) estará oferecendo, a partir do próximo dia 26 de maio uma oficina de Poesia e Cordel, que terá duração de três meses. As aulas ocorrerão aos sábados das 9h às 11h e serão ministradas pelo poeta e declamador, Iponax Vila Nova.

Os interessados deverão se dirigir à Secretaria de Turismo, Esporte, Cultura e Lazer, que está provisoriamente funcionando numa sala, na Casa do Empreendedor com os documentos pessoais para se inscrever. As aulas ocorrerão na Casa do Empreendedor e o curso oferecerá certificação, lembrando que as vagas são limitadas.

UM POUCO SOBRE O POETA E DECLAMADOR IPONAX VILA NOVA, UM LEGADO DE CULTURA POPULAR

Iponax Vila Nova nasceu em 24 de Março de 1970, na cidade de Cajazeiras, no vale do rio Piranhas, no sertão paraibano. Conterrâneo do saudoso cantor e poeta Zé do Norte e filho do Pernambucano Ivanildo Vila Nova, o maior dos repentistas contemporâneos e de Maria Lêda Borges.

A poesia sempre fez parte da vida do garoto Iponax, que cresceu ouvindo o som da viola da ‘Águia do Improviso’, como é conhecido seu pai. A poesia e a viola de Ivanildo estava em todos os lugares da casa, e aos poucos foi despertando no menino o desejo de participar dessa disseminação da cultura popular.

Foi ao terminar o curso superior que ele dedicou e deu início a carreira de declamador aos trinta anos de idade. Tal qual o pai, Iponax, tem formação acadêmica. Fez da poesia a régua e compasso no seu projeto de vida.

Ainda muito jovem, levou sua arte para os mais distantes grotões do país, um verdadeiro ativista da cultura matuta, sempre presente e participando de festivais, seminários e cantorias de viola, como declamador ou jurado pelo nordeste afora, considerado um dos grandes nomes da poesia e da declamação dos nossos dias. (…) Sua arte está registrada em quatro CD’s repletos de belas poesias e muito humor. É um verdadeiro apaixonado pela cultura popular. Salve Ele.”

A Prefeitura de Queimadas, através da Secretaria Municipal de Turismo, Esporte, Cultura e Lazer (Secult) estará oferecendo, a partir do próximo dia 26 de maio uma oficina de Poesia e Cordel, que terá duração de três meses. As aulas ocorrerão aos sábados das 9h às 11h e serão ministradas pelo poeta e declamador, Iponax Vila Nova.

Os interessados deverão se dirigir à Secretaria de Turismo, Esporte, Cultura e Lazer, que está provisoriamente funcionando numa sala, na Casa do Empreendedor com os documentos pessoais para se inscrever. As aulas ocorrerão na Casa do Empreendedor e o curso oferecerá certificação, lembrando que as vagas são limitadas.

UM POUCO SOBRE O POETA E DECLAMADOR IPONAX VILA NOVA, UM LEGADO DE CULTURA POPULAR

Iponax Vila Nova nasceu em 24 de Março de 1970, na cidade de Cajazeiras, no vale do rio Piranhas, no sertão paraibano. Conterrâneo do saudoso cantor e poeta Zé do Norte e filho do Pernambucano Ivanildo Vila Nova, o maior dos repentistas contemporâneos e de Maria Lêda Borges.

A poesia sempre fez parte da vida do garoto Iponax, que cresceu ouvindo o som da viola da ‘Águia do Improviso’, como é conhecido seu pai. A poesia e a viola de Ivanildo estava em todos os lugares da casa, e aos poucos foi despertando no menino o desejo de participar dessa disseminação da cultura popular.

Foi ao terminar o curso superior que ele dedicou e deu início a carreira de declamador aos trinta anos de idade. Tal qual o pai, Iponax, tem formação acadêmica. Fez da poesia a régua e compasso no seu projeto de vida.

Ainda muito jovem, levou sua arte para os mais distantes grotões do país, um verdadeiro ativista da cultura matuta, sempre presente e participando de festivais, seminários e cantorias de viola, como declamador ou jurado pelo nordeste afora, considerado um dos grandes nomes da poesia e da declamação dos nossos dias. (…) Sua arte está registrada em quatro CD’s repletos de belas poesias e muito humor. É um verdadeiro apaixonado pela cultura popular. Salve Ele.”