Operação de combate à pornografia infantil prende mais de 100 pessoas no país

A maior operação de combate à pornografia infantil da história no Brasil prendeu mais de 100 pessoas no país até as 10h30 desta quinta-feira (17), segundo o Ministério Extraordinário da Segurança Pública. São cumpridos 579 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal e em 24 estados.
A ação nacional intitulada Luz na Infância 2 é coordenada pelo Ministério Extraordinário da Segurança Pública e realizada pelas polícias civis de cada estado.
Ao todo, 2,6 mil policiais de todo o país fazem apreensão de arquivos com conteúdos relacionados a crimes de exploração sexual contra crianças e adolescentes. Suspeitos também estão sendo detidos em flagrante.
Os alvos foram identificados pela Diretoria de Inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública com base em elementos informativos coletados em ambientes virtuais. A operação é realizada na véspera do Dia Nacional de Combate à Violência e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.
Parte dos presos é reincidente no crime, mas a maioria deles nunca havia sido detido, devido à dificuldade para rastrear esse tipo de material.

Nos estados
• Alagoas: três pessoas haviam sido presas até as 8h – duas na capital, Maceió, e uma em Rio Largo.

• Amapá: a operação está em andamento; a polícia não confirma número de presos.

• Amazonas: a expectativa é de que oito mandados de busca e apreensão sejam cumpridos em Manaus.

• Bahia: três pessoas foram presas em flagrante. As detenções foram feitas pela Polícia Federal, que cumpre quatro mandados de busca e apreensão em Salvador e um Alagoinhas.

• Ceará: políciais cumprem 16 mandados de busca e apreensão em Fortaleza e Canindé. Houve prisões, mas o número ainda não foi divulgado pela Polícia Civil.

• Distrito Federal: duas pessoas foram presas em flagrante na Asa Norte e no Cruzeiro. Alvos e objetos apreendidos estão sendo levados à Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente.

• Goiás: são cumpridos 22 mandados de busca e apreensão em Goiânia, Senador Canêdo, Anápolis, Luziânia, Valparaíso, Pontalina, Iporá, Rio Verde e Jataí.

• Maranhão: segundo balanço divulgado às 9h, uma pessoa foi presa em São Luís e outra em Imperatriz.
• Mato Grosso: dez ordens judiciais são cumpridas em Cuiabá, Várzea Grande, Sorriso, Alto Garças e Barra do Garças. Ainda não há balanço com número de presos.

• Mato Grosso do Sul: quatro pessoas já tinham sido presas em flagrante até as 7h50.

• Minas Gerais: Polícia Civil tenta cumprir 68 mandados de busca e apreensão em 32 cidades – sendo seis na Zona da Mata, quatro no Centro-Oeste e quatro no Triângulo e Alto Paranaíba.

• Pará: são cumpridos 15 mandados de busca e apreensão em Belém e Ananinduea, um em Castanhal e um em Paragominas. Dois presos em flagrante até as 9h.

• Paraíba: dois homens foram presos em flagrante em João Pessoa. São cumpridos cinco mandados em Campina Grande e em Remígio, no Agreste paraibano.

• Pernambuco: foram expedidos 13 mandados de busca e apreensão em residências e comércios. Até as 10h, foram cinco presos por posse de pornografia e um por pirataria.

• Piauí: dos 15 mandados expedidos, alguns já foram cumpridos em Teresina, Parnaíba e Itainópolis. Cinco pessoas foram detidas em flagrante até as 8h30.

• Rio de Janeiro: até as 9h30, 10 pessoas haviam sido presas, na Baixada e no interior. Em Campos, um homem foi preso com HDs, discos e notebook com material pornográfico. Outro homem foi pego no Maracanã, na Zona Norte do Rio. Agentes encontraram imagens de crianças no computador dele. São 65 mandados a cumprir no estado.

• Rio Grande do Sul: dezoito pessoas foram presas até as 10h. São cumpridos 43 mandados de busca e apreensão em 23 cidades gaúchas.

• Rondônia: seis mandados de busca e apreensão são cumpridos em Porto Velho, Ji-Paraná, Colorado do Oeste e Novo Horizonte.

• Santa Catarina: segundo a Polícia Civil, até as 10h, nove pessoas foram presas e um adolescente, apreendido. A polícia cumpre 35 mandados em 15 cidades.

• São Paulo: dez pessoas foram detidas até as 8h. São cumpridos 166 mandados de busca e apreensão, 95 só na capital e região metropolitana. Em Campinas, um ex-sargento da polícia foi preso em flagrante, com quase mil fotos de pornografia infantil; em São Miguel Arcanjo, dois irmãos foram presos; em São José do Rio Preto, um jovem de 24 anos foi detido; em Piracicaba, um suspeito já foi liberado; em Bauru, um homem de 44 anos foi levado para a cadeia; em Ribeirão Preto, a polícia apreendeu dois computadores em uma casa; em Sorocaba, são dois presos e mais dois investigados.

• Sergipe: foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão, com quatro pessoas presas – três em Aracaju e uma em São Cristóvão.

• Tocantins: policiais cumprem um mandado de busca e apreensão em Palmas, capital do estado.
Na primeira fase da operação Luz na Infância, realizada em 20 de outubro de 2017, foram cumpridos 157 mandados de busca e apreensão de computadores e arquivos digitais. À época, 112 pessoas foram presas.
De acordo com a Polícia Civil, o nome da operação foi escolhido em referência à ação metafórica de jogar luz sobre a infância. “Os acusados deste tipo de delito agem às sombras da internet e devem ter suas condutas elucidadas e julgadas.”

Pedofilia é doença
A pedofilia está entre as doenças classificadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como transtorno de preferência sexual. Pedófilos são pessoas adultas (homens e mulheres) que têm preferência sexual por crianças – meninas ou meninos – do mesmo sexo ou de sexo diferente, geralmente pré-púberes (que ainda não atingiram a puberdade) ou no início da puberdade.
O Código Penal considera crime a relação sexual ou ato libidinoso (todo ato de satisfação do desejo, ou apetite sexual da pessoa) praticado por adulto com criança ou adolescente menor de 14 anos. Conforme o artigo 241-B do ECA é considerado crime, inclusive, o ato de “adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente.”
G1

A maior operação de combate à pornografia infantil da história no Brasil prendeu mais de 100 pessoas no país até as 10h30 desta quinta-feira (17), segundo o Ministério Extraordinário da Segurança Pública. São cumpridos 579 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal e em 24 estados.
A ação nacional intitulada Luz na Infância 2 é coordenada pelo Ministério Extraordinário da Segurança Pública e realizada pelas polícias civis de cada estado.
Ao todo, 2,6 mil policiais de todo o país fazem apreensão de arquivos com conteúdos relacionados a crimes de exploração sexual contra crianças e adolescentes. Suspeitos também estão sendo detidos em flagrante.
Os alvos foram identificados pela Diretoria de Inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública com base em elementos informativos coletados em ambientes virtuais. A operação é realizada na véspera do Dia Nacional de Combate à Violência e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.
Parte dos presos é reincidente no crime, mas a maioria deles nunca havia sido detido, devido à dificuldade para rastrear esse tipo de material.

Nos estados
• Alagoas: três pessoas haviam sido presas até as 8h – duas na capital, Maceió, e uma em Rio Largo.

• Amapá: a operação está em andamento; a polícia não confirma número de presos.

• Amazonas: a expectativa é de que oito mandados de busca e apreensão sejam cumpridos em Manaus.

• Bahia: três pessoas foram presas em flagrante. As detenções foram feitas pela Polícia Federal, que cumpre quatro mandados de busca e apreensão em Salvador e um Alagoinhas.

• Ceará: políciais cumprem 16 mandados de busca e apreensão em Fortaleza e Canindé. Houve prisões, mas o número ainda não foi divulgado pela Polícia Civil.

• Distrito Federal: duas pessoas foram presas em flagrante na Asa Norte e no Cruzeiro. Alvos e objetos apreendidos estão sendo levados à Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente.

• Goiás: são cumpridos 22 mandados de busca e apreensão em Goiânia, Senador Canêdo, Anápolis, Luziânia, Valparaíso, Pontalina, Iporá, Rio Verde e Jataí.

• Maranhão: segundo balanço divulgado às 9h, uma pessoa foi presa em São Luís e outra em Imperatriz.
• Mato Grosso: dez ordens judiciais são cumpridas em Cuiabá, Várzea Grande, Sorriso, Alto Garças e Barra do Garças. Ainda não há balanço com número de presos.

• Mato Grosso do Sul: quatro pessoas já tinham sido presas em flagrante até as 7h50.

• Minas Gerais: Polícia Civil tenta cumprir 68 mandados de busca e apreensão em 32 cidades – sendo seis na Zona da Mata, quatro no Centro-Oeste e quatro no Triângulo e Alto Paranaíba.

• Pará: são cumpridos 15 mandados de busca e apreensão em Belém e Ananinduea, um em Castanhal e um em Paragominas. Dois presos em flagrante até as 9h.

• Paraíba: dois homens foram presos em flagrante em João Pessoa. São cumpridos cinco mandados em Campina Grande e em Remígio, no Agreste paraibano.

• Pernambuco: foram expedidos 13 mandados de busca e apreensão em residências e comércios. Até as 10h, foram cinco presos por posse de pornografia e um por pirataria.

• Piauí: dos 15 mandados expedidos, alguns já foram cumpridos em Teresina, Parnaíba e Itainópolis. Cinco pessoas foram detidas em flagrante até as 8h30.

• Rio de Janeiro: até as 9h30, 10 pessoas haviam sido presas, na Baixada e no interior. Em Campos, um homem foi preso com HDs, discos e notebook com material pornográfico. Outro homem foi pego no Maracanã, na Zona Norte do Rio. Agentes encontraram imagens de crianças no computador dele. São 65 mandados a cumprir no estado.

• Rio Grande do Sul: dezoito pessoas foram presas até as 10h. São cumpridos 43 mandados de busca e apreensão em 23 cidades gaúchas.

• Rondônia: seis mandados de busca e apreensão são cumpridos em Porto Velho, Ji-Paraná, Colorado do Oeste e Novo Horizonte.

• Santa Catarina: segundo a Polícia Civil, até as 10h, nove pessoas foram presas e um adolescente, apreendido. A polícia cumpre 35 mandados em 15 cidades.

• São Paulo: dez pessoas foram detidas até as 8h. São cumpridos 166 mandados de busca e apreensão, 95 só na capital e região metropolitana. Em Campinas, um ex-sargento da polícia foi preso em flagrante, com quase mil fotos de pornografia infantil; em São Miguel Arcanjo, dois irmãos foram presos; em São José do Rio Preto, um jovem de 24 anos foi detido; em Piracicaba, um suspeito já foi liberado; em Bauru, um homem de 44 anos foi levado para a cadeia; em Ribeirão Preto, a polícia apreendeu dois computadores em uma casa; em Sorocaba, são dois presos e mais dois investigados.

• Sergipe: foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão, com quatro pessoas presas – três em Aracaju e uma em São Cristóvão.

• Tocantins: policiais cumprem um mandado de busca e apreensão em Palmas, capital do estado.
Na primeira fase da operação Luz na Infância, realizada em 20 de outubro de 2017, foram cumpridos 157 mandados de busca e apreensão de computadores e arquivos digitais. À época, 112 pessoas foram presas.
De acordo com a Polícia Civil, o nome da operação foi escolhido em referência à ação metafórica de jogar luz sobre a infância. “Os acusados deste tipo de delito agem às sombras da internet e devem ter suas condutas elucidadas e julgadas.”

Pedofilia é doença
A pedofilia está entre as doenças classificadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como transtorno de preferência sexual. Pedófilos são pessoas adultas (homens e mulheres) que têm preferência sexual por crianças – meninas ou meninos – do mesmo sexo ou de sexo diferente, geralmente pré-púberes (que ainda não atingiram a puberdade) ou no início da puberdade.
O Código Penal considera crime a relação sexual ou ato libidinoso (todo ato de satisfação do desejo, ou apetite sexual da pessoa) praticado por adulto com criança ou adolescente menor de 14 anos. Conforme o artigo 241-B do ECA é considerado crime, inclusive, o ato de “adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente.”
G1