Após 30 anos, Frankfurt supera Bayern e volta a conquistar a Copa da Alemanha

O Eintracht Frankfurt venceu o Bayern de Munique, por 3 a 1, e sagrou-se campeão da Copa da Alemanha. Os gols dos campeões fora marcados por Rebic, aos 10 da primeira etapa e aos 36 do segundo tempo. Para sacramentar o título, Gacinovic fez o terceiro. O tento de honra do vice-campeão foi anotado por Robert Lewandowski.
Apesar da inferioridade técnica, o Frankfurt fez um bom jogo e conseguiu conquistar a taça, algo que não acontecia desde 1988, quando conquistou a mesma Copa da Alemanha.
O jogo começou equilibrado no Estádio Olímpico de Berlim. A primeira chance clara aconteceu aos 8 minutos. Em falta na entrada da área, Lewandowski cobrou com categoria e a bola explodiu no travessão de Hradecky. Três minutos mais tarde, algo inédito na rotina do Bayern. Boateng aproveitou saída errada de James Rodriguez, enfiou linda bola para Rebic, que saiu na cara de Ulreich e mandou para o fundo da rede. Aos 17, após cruzamento no primeiro poste, Muller tocou de cabeça e a bola passou assustando, à direita do gol.
Após o gol tomado, a equipe de Jupp Heynckes tomou conta do jogo, encurralando o adversário no campo de defesa, que apostava nos contragolpes em velocidade. O campeão alemão quase empatou o jogo aos 25, quando Ribery puxou contra-ataque pelo meio, serviu Robert Lewandowski na área, e o centroavante arrematou com muito perigo.
Dez minutos depois, o camisa 9 de Munique apareceu novamente em cobrança de falta perigosa. O Bayern não conseguiu exercer a pressão esperada e terminou a primeira etapa trás no placar.
Aos 7 minutos da etapa final, em cruzamento da direita de Kimmich, por baixo, Lewandowski veio de trás e tocou com categoria no canto esquerdo para igualar o marcador. Após o gol, o Bayern seguiu controlando a bola e buscando espaços na defesa bem postada do Frankfurt.
Aos 20, Mascarell soltou o pé, de fora da área, e Ulreich tirou de soco. Nesse instante do jogo, o Eintracht esboçou o início de uma pressão. Quinze minutos depois, Jam recebeu ótima bola na ponta esquerda, colocou na área e, após desvio, o camisa 9 quase virou a partida.
Faltando 10 minutos para o fim do jogo, após cobrança de escanteio, Hummels subiu mais que todo mundo e a bola explodiu no travessão. Aos 36, em bola espirrada, Rebic aproveitou, saiu nas costas da defesa alemã e tocou na saída do goleiro, colocando o Eintracht na frente.
Daí em diante, foi pressão total do Bayern, que começou a levantar bolas próxima à meta. Em jogada na área, os atletas do Bayern pediram pênalti, o árbitro reviu o lance com o VAR, mas mandou seguir.
Pra fechar o jogo, já com Ulreich fora do gol, afinal estava na área no lance anterior, Gacinovic escapou livre, atravessou o campo e empurrou para o gol vazio.
MSN

O Eintracht Frankfurt venceu o Bayern de Munique, por 3 a 1, e sagrou-se campeão da Copa da Alemanha. Os gols dos campeões fora marcados por Rebic, aos 10 da primeira etapa e aos 36 do segundo tempo. Para sacramentar o título, Gacinovic fez o terceiro. O tento de honra do vice-campeão foi anotado por Robert Lewandowski.
Apesar da inferioridade técnica, o Frankfurt fez um bom jogo e conseguiu conquistar a taça, algo que não acontecia desde 1988, quando conquistou a mesma Copa da Alemanha.
O jogo começou equilibrado no Estádio Olímpico de Berlim. A primeira chance clara aconteceu aos 8 minutos. Em falta na entrada da área, Lewandowski cobrou com categoria e a bola explodiu no travessão de Hradecky. Três minutos mais tarde, algo inédito na rotina do Bayern. Boateng aproveitou saída errada de James Rodriguez, enfiou linda bola para Rebic, que saiu na cara de Ulreich e mandou para o fundo da rede. Aos 17, após cruzamento no primeiro poste, Muller tocou de cabeça e a bola passou assustando, à direita do gol.
Após o gol tomado, a equipe de Jupp Heynckes tomou conta do jogo, encurralando o adversário no campo de defesa, que apostava nos contragolpes em velocidade. O campeão alemão quase empatou o jogo aos 25, quando Ribery puxou contra-ataque pelo meio, serviu Robert Lewandowski na área, e o centroavante arrematou com muito perigo.
Dez minutos depois, o camisa 9 de Munique apareceu novamente em cobrança de falta perigosa. O Bayern não conseguiu exercer a pressão esperada e terminou a primeira etapa trás no placar.
Aos 7 minutos da etapa final, em cruzamento da direita de Kimmich, por baixo, Lewandowski veio de trás e tocou com categoria no canto esquerdo para igualar o marcador. Após o gol, o Bayern seguiu controlando a bola e buscando espaços na defesa bem postada do Frankfurt.
Aos 20, Mascarell soltou o pé, de fora da área, e Ulreich tirou de soco. Nesse instante do jogo, o Eintracht esboçou o início de uma pressão. Quinze minutos depois, Jam recebeu ótima bola na ponta esquerda, colocou na área e, após desvio, o camisa 9 quase virou a partida.
Faltando 10 minutos para o fim do jogo, após cobrança de escanteio, Hummels subiu mais que todo mundo e a bola explodiu no travessão. Aos 36, em bola espirrada, Rebic aproveitou, saiu nas costas da defesa alemã e tocou na saída do goleiro, colocando o Eintracht na frente.
Daí em diante, foi pressão total do Bayern, que começou a levantar bolas próxima à meta. Em jogada na área, os atletas do Bayern pediram pênalti, o árbitro reviu o lance com o VAR, mas mandou seguir.
Pra fechar o jogo, já com Ulreich fora do gol, afinal estava na área no lance anterior, Gacinovic escapou livre, atravessou o campo e empurrou para o gol vazio.
MSN