Criança de 10 anos é morta dentro de casa por bala perdida em Fortaleza; ‘chegou da igreja, estava jantando’, diz mãe

criancaUma criança de 10 anos foi morta por uma bala perdida na noite desta quinta-feira (31) durante uma troca de tiros entre criminosos no Bairro Autran Nunes, em Fortaleza. Outras duas pessoas que estavam na rua e não tinham envolvimento com o confronto foram atingidas.
Foi a segunda criança assassinada por bala perdida em dois dias no Ceará. Na quarta-feira (30), uma menina de 4 anos foi morta vítima de uma bala perdida em Sobral, interior do estado.
Segundo a Polícia Militar, dois homens entraram em confronto a tiros na Rua Porto Alegre. A menina, identificada como Livia Tainá, estava em casa, quando foi atingida por um dos disparos.
A mãe da vítima, que preferiu não se identificar, disse que a menina estava na sala de casa no momento do crime. “Ela (Livia Tainá) tinha acabado de chegar da igreja, estava jantando. Eu não tô nem acreditando ainda”, disse a mãe da garota, ainda abalada pelo ocorrido.

Estudos
Segundo a mãe, Tainá gostava de estudar e tinha o sonho de ser médica. “Ela adorava estudar. Só tirava notas boas na escola. Quando tirava um (nota) 7, ela perguntava: ‘mamãe, a senhora vai brigar comigo hoje? Prometo que vou melhorar’, contou.
Um tio da vítima, que também não quis se identificar, disse que viu a criança caída no chão de casa, logo após o tiroteio. Segundo o familiar, dois tiros pegaram no portão da casa, sendo que um deles atravessou e atingiu a cabeça da jovem.
“Quando entrei, nem acreditei que era ela que estava no chão. Tinha chegado há 10 minutos da igreja. É muito triste. Lamentável, né? Não tem lei, quem manda é os vagabundos”, desabafou um dos parentes da vítima.

crianca2Outros dois baleados
A criança atingida foi socorrida em estado grave ao Instituto Dr. José Frota (IJF), onde recebeu atendimento médico. Os familiares acompanharem durante a noite na porta do hospital à espera de informações. No entanto, garota não resitiu e morreu logo depois.
Outras duas pessoas que, estavam na Rua Porto Alegre, foram atingidas e também foram levadas ao IJF. O estado de saúde das outras vítimas não foi divulgado pela PM.
A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e foi acionada ao local do tiroteio e iniciou as investigações sobre o crime. A polícia realizou buscas durante a noite, mas, até a manhã desta sexta, ninguém havia sido preso.

Criança morta em Sobral
Na quarta-feira (30), um outra criança, de quatro anos, foi morta vítima de uma bala perdida em Sobral, no Ceará. Ana Vitória da Silva estava com o irmão na calçada de casa, quando dois homens em uma motocicleta passaram atirando na direção de um homem. Os tiros atingiram a menina, que foi socorrida na Santa Casa de Sobral, mas morreu durante o atendimento.
“Eles já chegaram atirando. Quando ela desceu no terceiro batente da calçada o tiro pegou no peito dela. Eu corri e agarrei o meu filho mais velho, o Igor. Comecei a procurar a bala em cima dele. Foi quando vi a minha filha caindo no calçamento. Corri para acudir ela e vi um buraco [da bala]. Eu vi a minha filha se acabando em cima de mim”, “, disse Maria Enedina da Silva, mãe de Ana Vitória.
A menina foi enterrada na quinta-feira (31). Dezenas de pessoas compareceram ao velório da menina e o clima era de comoção. Os colegas da criança participaram de um ato de protesto em frente à casa da vítima, utlizando cartazes cobrando “justiça” no caso.
Dois adolescentes suspeitos de cometer o crime foram apreendidos. A Delegacia de Sobral segue investigando o crime.
G1

criancaUma criança de 10 anos foi morta por uma bala perdida na noite desta quinta-feira (31) durante uma troca de tiros entre criminosos no Bairro Autran Nunes, em Fortaleza. Outras duas pessoas que estavam na rua e não tinham envolvimento com o confronto foram atingidas.
Foi a segunda criança assassinada por bala perdida em dois dias no Ceará. Na quarta-feira (30), uma menina de 4 anos foi morta vítima de uma bala perdida em Sobral, interior do estado.
Segundo a Polícia Militar, dois homens entraram em confronto a tiros na Rua Porto Alegre. A menina, identificada como Livia Tainá, estava em casa, quando foi atingida por um dos disparos.
A mãe da vítima, que preferiu não se identificar, disse que a menina estava na sala de casa no momento do crime. “Ela (Livia Tainá) tinha acabado de chegar da igreja, estava jantando. Eu não tô nem acreditando ainda”, disse a mãe da garota, ainda abalada pelo ocorrido.

Estudos
Segundo a mãe, Tainá gostava de estudar e tinha o sonho de ser médica. “Ela adorava estudar. Só tirava notas boas na escola. Quando tirava um (nota) 7, ela perguntava: ‘mamãe, a senhora vai brigar comigo hoje? Prometo que vou melhorar’, contou.
Um tio da vítima, que também não quis se identificar, disse que viu a criança caída no chão de casa, logo após o tiroteio. Segundo o familiar, dois tiros pegaram no portão da casa, sendo que um deles atravessou e atingiu a cabeça da jovem.
“Quando entrei, nem acreditei que era ela que estava no chão. Tinha chegado há 10 minutos da igreja. É muito triste. Lamentável, né? Não tem lei, quem manda é os vagabundos”, desabafou um dos parentes da vítima.

crianca2Outros dois baleados
A criança atingida foi socorrida em estado grave ao Instituto Dr. José Frota (IJF), onde recebeu atendimento médico. Os familiares acompanharem durante a noite na porta do hospital à espera de informações. No entanto, garota não resitiu e morreu logo depois.
Outras duas pessoas que, estavam na Rua Porto Alegre, foram atingidas e também foram levadas ao IJF. O estado de saúde das outras vítimas não foi divulgado pela PM.
A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e foi acionada ao local do tiroteio e iniciou as investigações sobre o crime. A polícia realizou buscas durante a noite, mas, até a manhã desta sexta, ninguém havia sido preso.

Criança morta em Sobral
Na quarta-feira (30), um outra criança, de quatro anos, foi morta vítima de uma bala perdida em Sobral, no Ceará. Ana Vitória da Silva estava com o irmão na calçada de casa, quando dois homens em uma motocicleta passaram atirando na direção de um homem. Os tiros atingiram a menina, que foi socorrida na Santa Casa de Sobral, mas morreu durante o atendimento.
“Eles já chegaram atirando. Quando ela desceu no terceiro batente da calçada o tiro pegou no peito dela. Eu corri e agarrei o meu filho mais velho, o Igor. Comecei a procurar a bala em cima dele. Foi quando vi a minha filha caindo no calçamento. Corri para acudir ela e vi um buraco [da bala]. Eu vi a minha filha se acabando em cima de mim”, “, disse Maria Enedina da Silva, mãe de Ana Vitória.
A menina foi enterrada na quinta-feira (31). Dezenas de pessoas compareceram ao velório da menina e o clima era de comoção. Os colegas da criança participaram de um ato de protesto em frente à casa da vítima, utlizando cartazes cobrando “justiça” no caso.
Dois adolescentes suspeitos de cometer o crime foram apreendidos. A Delegacia de Sobral segue investigando o crime.
G1