Neymar deve começar amistoso contra a Croácia no banco

neybancoO atacante Neymar, que se recupera de lesão no pé direito, ainda não está pronto para jogar os 90 minutos de uma partida de futebol.
Ele não participou do treino que serviu como primeiro ensaio dos titulares do time do técnico Tite para o amistoso contra a Croácia, no próximo domingo (3).
Submetido a uma cirurgia no quinto metatarso do pé direito no dia 3 de março, o jogador do Paris Saint-Germain deve ficar no banco.
Nem o treinador nem o médico da seleção Rodrigo Lasmar, que operou o atleta, informaram o motivo de Neymar não participar da atividade. Só o volante Fernandinho comentou a situação do atacante nesta quinta (31).
“Essa lesão é meio chata. Já tive quando era mais novo. Dói um pouco ainda depois de algum tempo, osso é meio complicado. Mas pelos movimentos que ele tem feito e como tem treinado, vejo que está muito bem”, disse o atleta do Manchester City.
“Nos treinos, você vê que ele é abusado, tenta driblar os marcadores. A gente torce para ele estar 100% recuperado até a Copa, e sem dúvida vai fazer boa diferença para a gente”, acrescentou o paranaense de 33 anos.
Na última quarta-feira (30), o lateral direito Danilo também falou sobre a recuperação do atacante do PSG.
“Tenho conversado bastante com o Neymar. Ele está cada dia melhor, com mais velocidade”, disse o jogador, que foi companheiro de equipe do atacante no Santos.
Neymar participou do trabalho com os reservas. Os dois ensaios duraram cerca de meia hora cada um. O treino foi aberto aos jornalistas por 20 minutos, quando os titulares estavam no gramado.
O atacante não joga desde o dia 25 de fevereiro, quando sofreu a contusão em jogo do Campeonato Francês. Ele só retornou aos treinamentos com bola em 17 de maio.
Na semana passada, treinou com os companheiros na Granja Comary, e fez o mesmo nesta semana, no CT do Tottenham. No último domingo (27), antes do embarque da comissão técnica para Londres, Neymar afirmou que ainda não se sentia totalmente recuperado da lesão.
“Ainda não estou 100%. Isso é com o tempo. Há um receio de fazer os movimentos totais. Ainda faltam alguns dias para a estreia”, disse.
Minutos depois, Rodrigo Lasmar afirmou que a comissão técnica pretendia escalá-lo contra a Croácia.
“A expectativa é que o Neymar esteja à disposição para o primeiro amistoso. Ele foi submetido a uma carga de trabalho importante nesta semana, respondeu muito bem”, afirmou o médico.
“É claro que ainda precisa de um tempo de adaptação, de se sentir cada vez mais seguro. Essa fase de amistosos é importante para que ele possa se sentir cada vez melhor e preparado para a Copa do Mundo”, completou.
Cinco dias antes, Fábio Mahseredjian, preparador físico da seleção, disse que não tinha como prever como o atacante estaria fisicamente para a estreia na Copa do Mundo, contra a Suíça, marcada para o dia 17 de junho, em Rostov-Do-Don.
Sem Neymar, Tite escalou o trio ofensivo com Willian, Coutinho e Gabriel Jesus.
Nesta sexta (1), o Brasil volta a treinar. Desta vez, os jornalistas estão proibidos de assistir. De noite, a delegação segue de trem para Liverpool.
Além de Neymar, Renato Augusto é dúvida. Ele reclamou de dores no joelho esquerdo após o treino de quarta (30) e ficou fora das sessões de treino desta quinta.
A comissão técnica define nesta sexta (1º) se o ex-corintiano enfrentará a Croácia ou continuará os trabalhos de fisioterapia no CT.
Tite mexeu também na defesa. Ele escalou Thiago Silva no lugar de Marquinhos, titular na maior parte da campanha das eliminatórias. Capitão no Mundial de 2014, o zagueiro havia sido titular nos dois últimos amistosos, contra Rússia e Alemanha.
A atividade desta quinta-feira foi a primeira desde o início da preparação em que Tite escalou formação com 11 titulares. Nas outras, o treinador formava a equipe com nove jogadores ou realizava atividade de dois toques.
A equipe teve Alisson; Danilo, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro, Fernandinho e Paulinho; Coutinho, Gabriel Jesus e Willian.
Douglas Costa ficou fora novamente dos treinos. Ele se recupera de uma contusão na coxa direita e dificilmente jogará em Liverpool.
Folha de São Paulo

neybancoO atacante Neymar, que se recupera de lesão no pé direito, ainda não está pronto para jogar os 90 minutos de uma partida de futebol.
Ele não participou do treino que serviu como primeiro ensaio dos titulares do time do técnico Tite para o amistoso contra a Croácia, no próximo domingo (3).
Submetido a uma cirurgia no quinto metatarso do pé direito no dia 3 de março, o jogador do Paris Saint-Germain deve ficar no banco.
Nem o treinador nem o médico da seleção Rodrigo Lasmar, que operou o atleta, informaram o motivo de Neymar não participar da atividade. Só o volante Fernandinho comentou a situação do atacante nesta quinta (31).
“Essa lesão é meio chata. Já tive quando era mais novo. Dói um pouco ainda depois de algum tempo, osso é meio complicado. Mas pelos movimentos que ele tem feito e como tem treinado, vejo que está muito bem”, disse o atleta do Manchester City.
“Nos treinos, você vê que ele é abusado, tenta driblar os marcadores. A gente torce para ele estar 100% recuperado até a Copa, e sem dúvida vai fazer boa diferença para a gente”, acrescentou o paranaense de 33 anos.
Na última quarta-feira (30), o lateral direito Danilo também falou sobre a recuperação do atacante do PSG.
“Tenho conversado bastante com o Neymar. Ele está cada dia melhor, com mais velocidade”, disse o jogador, que foi companheiro de equipe do atacante no Santos.
Neymar participou do trabalho com os reservas. Os dois ensaios duraram cerca de meia hora cada um. O treino foi aberto aos jornalistas por 20 minutos, quando os titulares estavam no gramado.
O atacante não joga desde o dia 25 de fevereiro, quando sofreu a contusão em jogo do Campeonato Francês. Ele só retornou aos treinamentos com bola em 17 de maio.
Na semana passada, treinou com os companheiros na Granja Comary, e fez o mesmo nesta semana, no CT do Tottenham. No último domingo (27), antes do embarque da comissão técnica para Londres, Neymar afirmou que ainda não se sentia totalmente recuperado da lesão.
“Ainda não estou 100%. Isso é com o tempo. Há um receio de fazer os movimentos totais. Ainda faltam alguns dias para a estreia”, disse.
Minutos depois, Rodrigo Lasmar afirmou que a comissão técnica pretendia escalá-lo contra a Croácia.
“A expectativa é que o Neymar esteja à disposição para o primeiro amistoso. Ele foi submetido a uma carga de trabalho importante nesta semana, respondeu muito bem”, afirmou o médico.
“É claro que ainda precisa de um tempo de adaptação, de se sentir cada vez mais seguro. Essa fase de amistosos é importante para que ele possa se sentir cada vez melhor e preparado para a Copa do Mundo”, completou.
Cinco dias antes, Fábio Mahseredjian, preparador físico da seleção, disse que não tinha como prever como o atacante estaria fisicamente para a estreia na Copa do Mundo, contra a Suíça, marcada para o dia 17 de junho, em Rostov-Do-Don.
Sem Neymar, Tite escalou o trio ofensivo com Willian, Coutinho e Gabriel Jesus.
Nesta sexta (1), o Brasil volta a treinar. Desta vez, os jornalistas estão proibidos de assistir. De noite, a delegação segue de trem para Liverpool.
Além de Neymar, Renato Augusto é dúvida. Ele reclamou de dores no joelho esquerdo após o treino de quarta (30) e ficou fora das sessões de treino desta quinta.
A comissão técnica define nesta sexta (1º) se o ex-corintiano enfrentará a Croácia ou continuará os trabalhos de fisioterapia no CT.
Tite mexeu também na defesa. Ele escalou Thiago Silva no lugar de Marquinhos, titular na maior parte da campanha das eliminatórias. Capitão no Mundial de 2014, o zagueiro havia sido titular nos dois últimos amistosos, contra Rússia e Alemanha.
A atividade desta quinta-feira foi a primeira desde o início da preparação em que Tite escalou formação com 11 titulares. Nas outras, o treinador formava a equipe com nove jogadores ou realizava atividade de dois toques.
A equipe teve Alisson; Danilo, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro, Fernandinho e Paulinho; Coutinho, Gabriel Jesus e Willian.
Douglas Costa ficou fora novamente dos treinos. Ele se recupera de uma contusão na coxa direita e dificilmente jogará em Liverpool.
Folha de São Paulo