Pedreiro é assassinado no Agreste da Paraíba

Um ex-presidiário foi morto a tiros na noite de quinta-feira (31) no bairro José Pinheiro, em Campina Grande, Agreste paraibano.
Antônio Graciano de Oliveira tinha 55 anos, trabalhava como pedreiro e era conhecido como “Tota”. Não há informações sobre como a morte aconteceu, nem quem são os envolvidos. Quando a polícia chegou ao local, Antônio já estava sem vida.
O caso agora vai ser investigado para que os suspeitos sejam identificados.
MaisPB

Um ex-presidiário foi morto a tiros na noite de quinta-feira (31) no bairro José Pinheiro, em Campina Grande, Agreste paraibano.
Antônio Graciano de Oliveira tinha 55 anos, trabalhava como pedreiro e era conhecido como “Tota”. Não há informações sobre como a morte aconteceu, nem quem são os envolvidos. Quando a polícia chegou ao local, Antônio já estava sem vida.
O caso agora vai ser investigado para que os suspeitos sejam identificados.
MaisPB