Trinta ônibus são atacados em Minas Gerais em menos de 24 horas

Ao menos 30 ônibus e quatro carros foram atacados em Minas Gerais em menos de 24 horas. Desde o domingo (3), criminosos colocaram fogo em pelo menos 34 veículos em 16 cidades do estado. (Veja no fim desta reportagem a lista de cidades onde ataques foram registrados)
Três ônibus foram atacados e parcialmente queimados do fim da noite deste domingo até a madrugada desta segunda-feira (4) na Região Metropolitana de Belo Horizonte, informou a Polícia Militar (PM). Ninguém ficou ferido, conforme a corporação.
Ataques a ônibus foram registrados no Triângulo Mineiro. No Sul do estado, nove cidades registraram ataques a coletivos neste domingo. Nove pessoas foram detidas suspeitas de participação nos ataques na região.
No Centro-Oeste de Minas, dois ônibus foram incendiados por criminosos em Lagoa da Prata.
Belo Horizonte e região metropolitana
Na Região Noroeste da capital mineira, por volta das 4h desta segunda-feira (4), três homens renderam o motorista e o cobrador na Rua Bueno do Prado, no bairro Alto dos Pinheiros, e colocaram fogo no interior de um coletivo que faz a linha 1505 (Altos dos Pinheiros/Tupi). Eles chegaram a disparar tiros, de acordo com a polícia. O motorista e o cobrador conseguiram apagar as chamas e não se feriram.
Ainda de madrugada, por volta de 1h, no bairro Cristina A, em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, um coletivo estacionado na Avenida Venâncio Pereira do Santos foi invadido por dois homens que chegaram em uma motocicleta. Eles quebraram a janela do motorista, jogaram um líquido inflamável e colocaram fogo.
Segundo o dono do veículo, ao receber a informação do ataque, se deslocou até o veículo e, com ajuda dos vizinhos apagou o incêndio, que consumiu apenas o banco do motorista e parte do painel. A PM fez rastreamento, mas não localizou os suspeitos.
No fim da noite deste domingo (3), por volta das 22h30, no bairro Santa Mônica, na Região de Venda Nova, em Belo Horizonte, um ônibus da linha 609 (Serra Verde/Santa Mônica) também foi atacado.
Segundo o motorista, ele seguia o itinerário pela Rua Clélia quando parou o coletivo no ponto para a descida de passageiros. Neste momento, dois homens encapuzados entraram pela porta traseira e um dos deles pulou a roleta e com um revólver mandou que o motorista descesse.
Os suspeitos espalharam um líquido inflamável no banco do cobrador e do passageiro, atearam fogo e fugiram. O motorista pegou um extintor de incêndio e apagou as chamas.
A reportagem da Globo Minas procurou neste domingo a assessoria do governo do estado para saber informações sobre essa onda de ataques. Em nota, a informação foi de que os questionamentos devem ser encaminhados às polícias Civil e Militar. A reportagem também procurou as polícias, que informou que uma entrevista coletiva seria concedida ainda nesta manhã.

Lista de ataques em Minas Gerais
• Alfenas – 2 ônibus atacados
• Araxá – 1 ônibus e quatro carros atacados
• Campo Florido – ataque à recepção da Câmara Municipal
• Cruzília – tiros disparados contra delegacia
• Belo Horizonte – 2 ônibus atacados
• Guaxupé – 6 ônibus atacados
• Itajubá – 1 ônibus atacado
• Lagoa da Prata – 2 ônibus atacados
• Monte Santo de Minas – 2 ônibus escolares atacados
• Passos – 1 ônibus atacado
• Patos de Minas – 1 ônibus atacado
• Poços de Caldas – 2 ônibus atacados; incêndio em galpão de reciclagem
• Pouso Alegre – 1 ônibus atacado
• Santa Luzia – bairro Cristina A – 1 ônibus atacado
• Três Corações – 1 ônibus atacado
• Uberaba – 3 ônibus atacados; 1 carcaça de caminhão incendiada; ataques a 2 agências bancárias e uma lotérica; fogo em quatro vias
• Uberlândia – 3 ônibus atacados; ataque a uma agência do Banco do Brasil e a uma agência dos Correios
• Varginha – 1 ônibus atacado
G1

Ao menos 30 ônibus e quatro carros foram atacados em Minas Gerais em menos de 24 horas. Desde o domingo (3), criminosos colocaram fogo em pelo menos 34 veículos em 16 cidades do estado. (Veja no fim desta reportagem a lista de cidades onde ataques foram registrados)
Três ônibus foram atacados e parcialmente queimados do fim da noite deste domingo até a madrugada desta segunda-feira (4) na Região Metropolitana de Belo Horizonte, informou a Polícia Militar (PM). Ninguém ficou ferido, conforme a corporação.
Ataques a ônibus foram registrados no Triângulo Mineiro. No Sul do estado, nove cidades registraram ataques a coletivos neste domingo. Nove pessoas foram detidas suspeitas de participação nos ataques na região.
No Centro-Oeste de Minas, dois ônibus foram incendiados por criminosos em Lagoa da Prata.
Belo Horizonte e região metropolitana
Na Região Noroeste da capital mineira, por volta das 4h desta segunda-feira (4), três homens renderam o motorista e o cobrador na Rua Bueno do Prado, no bairro Alto dos Pinheiros, e colocaram fogo no interior de um coletivo que faz a linha 1505 (Altos dos Pinheiros/Tupi). Eles chegaram a disparar tiros, de acordo com a polícia. O motorista e o cobrador conseguiram apagar as chamas e não se feriram.
Ainda de madrugada, por volta de 1h, no bairro Cristina A, em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, um coletivo estacionado na Avenida Venâncio Pereira do Santos foi invadido por dois homens que chegaram em uma motocicleta. Eles quebraram a janela do motorista, jogaram um líquido inflamável e colocaram fogo.
Segundo o dono do veículo, ao receber a informação do ataque, se deslocou até o veículo e, com ajuda dos vizinhos apagou o incêndio, que consumiu apenas o banco do motorista e parte do painel. A PM fez rastreamento, mas não localizou os suspeitos.
No fim da noite deste domingo (3), por volta das 22h30, no bairro Santa Mônica, na Região de Venda Nova, em Belo Horizonte, um ônibus da linha 609 (Serra Verde/Santa Mônica) também foi atacado.
Segundo o motorista, ele seguia o itinerário pela Rua Clélia quando parou o coletivo no ponto para a descida de passageiros. Neste momento, dois homens encapuzados entraram pela porta traseira e um dos deles pulou a roleta e com um revólver mandou que o motorista descesse.
Os suspeitos espalharam um líquido inflamável no banco do cobrador e do passageiro, atearam fogo e fugiram. O motorista pegou um extintor de incêndio e apagou as chamas.
A reportagem da Globo Minas procurou neste domingo a assessoria do governo do estado para saber informações sobre essa onda de ataques. Em nota, a informação foi de que os questionamentos devem ser encaminhados às polícias Civil e Militar. A reportagem também procurou as polícias, que informou que uma entrevista coletiva seria concedida ainda nesta manhã.

Lista de ataques em Minas Gerais
• Alfenas – 2 ônibus atacados
• Araxá – 1 ônibus e quatro carros atacados
• Campo Florido – ataque à recepção da Câmara Municipal
• Cruzília – tiros disparados contra delegacia
• Belo Horizonte – 2 ônibus atacados
• Guaxupé – 6 ônibus atacados
• Itajubá – 1 ônibus atacado
• Lagoa da Prata – 2 ônibus atacados
• Monte Santo de Minas – 2 ônibus escolares atacados
• Passos – 1 ônibus atacado
• Patos de Minas – 1 ônibus atacado
• Poços de Caldas – 2 ônibus atacados; incêndio em galpão de reciclagem
• Pouso Alegre – 1 ônibus atacado
• Santa Luzia – bairro Cristina A – 1 ônibus atacado
• Três Corações – 1 ônibus atacado
• Uberaba – 3 ônibus atacados; 1 carcaça de caminhão incendiada; ataques a 2 agências bancárias e uma lotérica; fogo em quatro vias
• Uberlândia – 3 ônibus atacados; ataque a uma agência do Banco do Brasil e a uma agência dos Correios
• Varginha – 1 ônibus atacado
G1