Secretário da cidade de São Paulo faz palestra sobre mobilidade urbana nesta sexta-feira em Campina Grande

sergio2O especialista em políticas públicas sobre mobilidade urbana, Sergio Avelleda, profere palestra em Campina Grande nesta sexta-feira, por ocasião da 5ª edição do Seminário Cidade Expressa, que acontece no Teatro Facisa. O seminário é uma promoção do Comitê Técnico de Mobilidade Urbana de nossa cidade.
Avelleda tem larga experiência em políticas públicas sobre mobilidade urbana atuando na cidade de São Paulo, onde já exerceu diversos cargos na administração pública. Ele foi Secretário Municipal de Mobilidade e Transportes de São Paulo na gestão João Dória Filho. Também comandou a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e a SPTrans (órgão responsável pela gestão do transporte em ônibus na cidade), como é tradição nas administrações do município.
Além disso, Sérgio Avelleda é conhecido por andar regularmente de bicicleta pela cidade e por ser afeito às questões mais atuais sobre mobilidade urbana – tema sobre o qual discorrerá no Seminário Cidade Expressa.
Avelleda também já passou pela presidência da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e do Metrô de São Paulo. Foi na época em que estava na CPTM, costuma contar, que começou a pedalar mais pela cidade e ajudou a criar a Ciclovia Rio Pinheiros.
No Metrô, recebeu ciclistas para uma reunião sobre bicicletas e intermodalidade (integração com outros meios de transporte). Para Avelleda, o desafio em São Paulo é básico e fundamental: fazer com que as cerca de 11 milhões de pessoas possam se locomover, contando com uma rede de ônibus com 14.447 carros, que transporta 9,5 milhões de pessoas por dia. Há também o metrô e os trens, que suportam mais 8 milhões de passageiros diários. E os 5,5 milhões de veículos particulares, acrescidos de pedestres, ciclistas, motociclistas, táxis, aplicativos e caminhões. Tudo disputando espaço. Essa árdua tarefa e algumas alternativas pensadas para resolver a questão da mobilidade em São Paulo serão abordadas no seminário desta sexta-feira no Teatro Facisa, com inscrições gratuitas.
Prestação de Contas – Durante o seminário, a prefeitura de Campina Grande apresentará relatório com uma prestação de contas com as obras de mobilidade urbana que foram executadas pelo município, conforme as diretrizes definidas pela Plano de Mobilidade Urbana da cidade. Esta prestação de contas será submetida a apreciação do Comitê de Mobilidade Urbana, a quem caberá aprovar, ou não, as obras realizadas pelo município, tendo como critério, o Plano de Mobilidade local.
O seminário tem início previsto para às 08h30.

SERVIÇO
Seminário Cidade Expressa
Coordenação: Anchieta Bernardino – 9 99843559
Assessoria de Comunicação: Fernando Soares – 986506630

sergio2O especialista em políticas públicas sobre mobilidade urbana, Sergio Avelleda, profere palestra em Campina Grande nesta sexta-feira, por ocasião da 5ª edição do Seminário Cidade Expressa, que acontece no Teatro Facisa. O seminário é uma promoção do Comitê Técnico de Mobilidade Urbana de nossa cidade.
Avelleda tem larga experiência em políticas públicas sobre mobilidade urbana atuando na cidade de São Paulo, onde já exerceu diversos cargos na administração pública. Ele foi Secretário Municipal de Mobilidade e Transportes de São Paulo na gestão João Dória Filho. Também comandou a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e a SPTrans (órgão responsável pela gestão do transporte em ônibus na cidade), como é tradição nas administrações do município.
Além disso, Sérgio Avelleda é conhecido por andar regularmente de bicicleta pela cidade e por ser afeito às questões mais atuais sobre mobilidade urbana – tema sobre o qual discorrerá no Seminário Cidade Expressa.
Avelleda também já passou pela presidência da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e do Metrô de São Paulo. Foi na época em que estava na CPTM, costuma contar, que começou a pedalar mais pela cidade e ajudou a criar a Ciclovia Rio Pinheiros.
No Metrô, recebeu ciclistas para uma reunião sobre bicicletas e intermodalidade (integração com outros meios de transporte). Para Avelleda, o desafio em São Paulo é básico e fundamental: fazer com que as cerca de 11 milhões de pessoas possam se locomover, contando com uma rede de ônibus com 14.447 carros, que transporta 9,5 milhões de pessoas por dia. Há também o metrô e os trens, que suportam mais 8 milhões de passageiros diários. E os 5,5 milhões de veículos particulares, acrescidos de pedestres, ciclistas, motociclistas, táxis, aplicativos e caminhões. Tudo disputando espaço. Essa árdua tarefa e algumas alternativas pensadas para resolver a questão da mobilidade em São Paulo serão abordadas no seminário desta sexta-feira no Teatro Facisa, com inscrições gratuitas.
Prestação de Contas – Durante o seminário, a prefeitura de Campina Grande apresentará relatório com uma prestação de contas com as obras de mobilidade urbana que foram executadas pelo município, conforme as diretrizes definidas pela Plano de Mobilidade Urbana da cidade. Esta prestação de contas será submetida a apreciação do Comitê de Mobilidade Urbana, a quem caberá aprovar, ou não, as obras realizadas pelo município, tendo como critério, o Plano de Mobilidade local.
O seminário tem início previsto para às 08h30.

SERVIÇO
Seminário Cidade Expressa
Coordenação: Anchieta Bernardino – 9 99843559
Assessoria de Comunicação: Fernando Soares – 986506630