Sargento da PM é assassinado durante assalto no Distrito do Ligeiro; PM havia trabalhado no Parque do Povo

marinhoO sargento da Polícia Militar, Francisco de Assis Marinho foi assassinado na porta de casa. Crime aconteceu na madrugada desta segunda-feira (11), no bairro do Ligeiro, em Queimadas, no Agreste paraibano.
De acordo com a polícia, o militar passou a noite trabalhando no Parque do Povo e logo em seguida pegou o seu veículo e foi para casa. Assim que chegou na residência, ele foi surpreendido por dois homens que estavam em um veículo Gol de cor vermelha.
Sem que houvesse qualquer discussão aparente, os desconhecidos sacaram as armas e passaram a atirar no militar que foi alvejado com dois disparos que o acertaram acima do peito esquerdo e por trás da cabeça.
No local o ST Sandro da Cavalaria, providenciou todos os detalhes de Delegado e Perícia. (No veículo deixado No local do crime). Tudo registrado na delegacia da cidade de Queimadas.
Informações dão conta de que Francisco Marinho ainda chegou a ser socorrido em uma viatura da Polícia Militar, mas não resistiu a gravidade dos ferimentos e morreu.
Logo após os disparos, os bandidos fugiram no carro do sargento deixando no local do crime um outro veículo que eles teriam roubado na cidade de Lagoa Seca. A polícia segue com investigações para capturar o assassino.
Paraiba.com.br

marinhoO sargento da Polícia Militar, Francisco de Assis Marinho foi assassinado na porta de casa. Crime aconteceu na madrugada desta segunda-feira (11), no bairro do Ligeiro, em Queimadas, no Agreste paraibano.
De acordo com a polícia, o militar passou a noite trabalhando no Parque do Povo e logo em seguida pegou o seu veículo e foi para casa. Assim que chegou na residência, ele foi surpreendido por dois homens que estavam em um veículo Gol de cor vermelha.
Sem que houvesse qualquer discussão aparente, os desconhecidos sacaram as armas e passaram a atirar no militar que foi alvejado com dois disparos que o acertaram acima do peito esquerdo e por trás da cabeça.
No local o ST Sandro da Cavalaria, providenciou todos os detalhes de Delegado e Perícia. (No veículo deixado No local do crime). Tudo registrado na delegacia da cidade de Queimadas.
Informações dão conta de que Francisco Marinho ainda chegou a ser socorrido em uma viatura da Polícia Militar, mas não resistiu a gravidade dos ferimentos e morreu.
Logo após os disparos, os bandidos fugiram no carro do sargento deixando no local do crime um outro veículo que eles teriam roubado na cidade de Lagoa Seca. A polícia segue com investigações para capturar o assassino.
Paraiba.com.br