Lira teve o melhor custo-benefício entre os parlamentares paraibanos

liraCustoLevantamento realizado pelo Ranking dos Políticos apontou que entre os deputados federais e senadores paraibanos, o senador Raimundo Lira (PSD) foi o parlamentar paraibano com melhor custo-benefício entre os parlamentares do Estado, nos últimos quatro anos de mandato, em relação a cota parlamentar, antiga verba indenizatória.
Entre os 15 parlamentares paraibanos, o que mais gastou nos últimos quatro anos foi o deputado Wellington Roberto com R$ 1.775.350,66. O senador Raimundo Lira, foi o que menos gastou, um total de R$ 664.167,76, portanto ele obteve o melhor custo-benefício, já que o deputado Marcondes Gadelha (PSL) teve um gasto de apenas R$ 779,23 por ter assumido o mandato a pouco mais de um mês, depois da morte do deputado Rômulo Gouveia.
Os deputados federais e senadores paraibanos gastaram, nos últimos quatro anos de mandato, um total de R$ 18.111.50,07 com a cota parlamentar, antiga verba indenizatória. Esse foi apenas um dos pontos observados na análise da atuação parlamentar de todos os deputados e senadores brasileiros e disponibilizados na internet. A avaliação leva em conta principalmente a contribuição de cada político para o combate à corrupção, aos privilégios e ao desperdício de recursos públicos.
A cota parlamentar é destinada para indenizar despesas com passagens aéreas; telefonia; serviços postais; manutenção de escritórios de apoio à atividade parlamentar; assinatura de publicações; fornecimento de alimentação ao parlamentar; hospedagem; e outras despesas com locomoção. O valor máximo mensal da cota depende da unidade da federação que o deputado representa. Essa variação ocorre por causa das passagens aéreas e está relacionada ao valor do trecho entre Brasília e o Estado que o deputado representa.

liraCustoLevantamento realizado pelo Ranking dos Políticos apontou que entre os deputados federais e senadores paraibanos, o senador Raimundo Lira (PSD) foi o parlamentar paraibano com melhor custo-benefício entre os parlamentares do Estado, nos últimos quatro anos de mandato, em relação a cota parlamentar, antiga verba indenizatória.
Entre os 15 parlamentares paraibanos, o que mais gastou nos últimos quatro anos foi o deputado Wellington Roberto com R$ 1.775.350,66. O senador Raimundo Lira, foi o que menos gastou, um total de R$ 664.167,76, portanto ele obteve o melhor custo-benefício, já que o deputado Marcondes Gadelha (PSL) teve um gasto de apenas R$ 779,23 por ter assumido o mandato a pouco mais de um mês, depois da morte do deputado Rômulo Gouveia.
Os deputados federais e senadores paraibanos gastaram, nos últimos quatro anos de mandato, um total de R$ 18.111.50,07 com a cota parlamentar, antiga verba indenizatória. Esse foi apenas um dos pontos observados na análise da atuação parlamentar de todos os deputados e senadores brasileiros e disponibilizados na internet. A avaliação leva em conta principalmente a contribuição de cada político para o combate à corrupção, aos privilégios e ao desperdício de recursos públicos.
A cota parlamentar é destinada para indenizar despesas com passagens aéreas; telefonia; serviços postais; manutenção de escritórios de apoio à atividade parlamentar; assinatura de publicações; fornecimento de alimentação ao parlamentar; hospedagem; e outras despesas com locomoção. O valor máximo mensal da cota depende da unidade da federação que o deputado representa. Essa variação ocorre por causa das passagens aéreas e está relacionada ao valor do trecho entre Brasília e o Estado que o deputado representa.