Polícia prende dois suspeitos de participar de resgate de preso e morte de vigilante em Campina

Dois suspeitos de participar da ação de resgatar um detento na manhã desta segunda-feira (25) que terminou com a morte de um vigilante, foram presos horas depois do crime, em Campina Grande, no Agreste do estado.
O vigilante morto foi identificado como sendo Diego Oliveira dos Santos, 23 anos. Ele estava trabalhando há um ano como segurança. Familiares informaram que ele sonhava em ser policial para combater a criminalidade.
O preso que os bandidos tentaram resgatar foi Gilmar Andrade dos Santos, que cumpre pena por tráfico de drogas e assalto a banco. Ele é integrante de uma facção criminosa que atua no bairro José Pinheiro.
Horas depois do crime, a polícia encontrou carros que teriam sido usados na fuga dos bandidos. Os suspeitos presos foram levados para a Central de Polícia Civil em Campina Grande.

Crime
Uma tentativa de resgate de preso dentro de uma clínica terminou com um vigilante assassinado na manhã desta segunda-feira, em Campina Grande, no Agreste do estado.
De acordo com a Polícia Militar, agentes penitenciários levaram um apenado para realizar exames na clínica, quando o veículo trazendo o preso chegou foi recebido à tiros por bandidos que tentavam resgatar o preso, que seria o bairro José Pinheiro.
Houve um intenso tiroteio entre agentes do GPOE e bandidos. Durante a troca de tiros, um vigilante que estava na guarita foi atingido pelos disparos e morreu com a arma na mão.
Os criminosos fugiram, mas o preso não foi resgatado. A Polícia Militar foi acionada, mas quando chegou à clínica o tiroteio já tinha acabado e o vigilante morto.
PB HOJE

Dois suspeitos de participar da ação de resgatar um detento na manhã desta segunda-feira (25) que terminou com a morte de um vigilante, foram presos horas depois do crime, em Campina Grande, no Agreste do estado.
O vigilante morto foi identificado como sendo Diego Oliveira dos Santos, 23 anos. Ele estava trabalhando há um ano como segurança. Familiares informaram que ele sonhava em ser policial para combater a criminalidade.
O preso que os bandidos tentaram resgatar foi Gilmar Andrade dos Santos, que cumpre pena por tráfico de drogas e assalto a banco. Ele é integrante de uma facção criminosa que atua no bairro José Pinheiro.
Horas depois do crime, a polícia encontrou carros que teriam sido usados na fuga dos bandidos. Os suspeitos presos foram levados para a Central de Polícia Civil em Campina Grande.

Crime
Uma tentativa de resgate de preso dentro de uma clínica terminou com um vigilante assassinado na manhã desta segunda-feira, em Campina Grande, no Agreste do estado.
De acordo com a Polícia Militar, agentes penitenciários levaram um apenado para realizar exames na clínica, quando o veículo trazendo o preso chegou foi recebido à tiros por bandidos que tentavam resgatar o preso, que seria o bairro José Pinheiro.
Houve um intenso tiroteio entre agentes do GPOE e bandidos. Durante a troca de tiros, um vigilante que estava na guarita foi atingido pelos disparos e morreu com a arma na mão.
Os criminosos fugiram, mas o preso não foi resgatado. A Polícia Militar foi acionada, mas quando chegou à clínica o tiroteio já tinha acabado e o vigilante morto.
PB HOJE