Homicídio por causa de uma bomba junina: acusado se entregou

Uma bomba junina foi a causa de um homicídio na noite deste sábado.
O acusado procurou a polícia militar e se entregou.

O crime ocorreu no sítio “Nicolândia”, em Massaranduba.
O marchante Almir João da Silva, de 21 anos de idade, procurou a PM para dizer que tinha acabado de esfaquear o vizinho Jacenilo da Silva Barbosa, pintor, de 30 anos de idade.
Segundo depoimento de Almir, houve uma discussão entre ele e a vítima por causa de uma bomba de “São João” que um deles havia soltado.
O autor conta que foi agredido com uma cadeirada e reagiu utilizando-se de uma faca.
Os PMs foram ao local e constataram que Jacelino estava ferido.
O pintor foi socorrido para o Hospital de Massaranduba, mas devido a gravidade do ferimento acabou transferido para o Hospital de Trauma, porém cerca de 20 minutos depois não resistiu.
Blog de Renato Diniz

Uma bomba junina foi a causa de um homicídio na noite deste sábado.
O acusado procurou a polícia militar e se entregou.

O crime ocorreu no sítio “Nicolândia”, em Massaranduba.
O marchante Almir João da Silva, de 21 anos de idade, procurou a PM para dizer que tinha acabado de esfaquear o vizinho Jacenilo da Silva Barbosa, pintor, de 30 anos de idade.
Segundo depoimento de Almir, houve uma discussão entre ele e a vítima por causa de uma bomba de “São João” que um deles havia soltado.
O autor conta que foi agredido com uma cadeirada e reagiu utilizando-se de uma faca.
Os PMs foram ao local e constataram que Jacelino estava ferido.
O pintor foi socorrido para o Hospital de Massaranduba, mas devido a gravidade do ferimento acabou transferido para o Hospital de Trauma, porém cerca de 20 minutos depois não resistiu.
Blog de Renato Diniz