Morre idosa que teria caído de janela ao tentar descer com corda feita de lençol

A idosa que ficou gravemente ferida ao cair da janela de uma casa morreu na madrugada desta quinta-feira (2), no Conjunto Hospitalar de Sorocaba (SP), onde estava internada desde domingo (29). A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado da Saúde.
Conforme o boletim de ocorrência, a vítima, Vera Lúcia Moreira de Sousa, de 61 anos, estava na casa do empresário Antonio Inácio Ribeiro Filhoe foi levada ao hospital depois de supostamente ter caído de uma janela ao tentar descer usando uma corda feita com lençol. As circunstâncias da queda, no entanto, ainda não estão claras.
Em relato à Polícia Militar, ainda na madrugada de domingo, Antonio Inácio, de 68 anos, disse que Vera estava passando a noite na casa dele quando a namorada chegou. Para que Vera não fosse vista, eles tiveram a ideia dela sair do imóvel pela janela e descer com uma corda feita de lençóis. Durante a descida ela caiu e bateu a cabeça.
O empresário foi ouvido na manhã desta quarta-feira, na Delegacia de Defesa da Mulher. Ao sair, ele falou rapidamente com a imprensa e negou a versão que havia apresentado à PM no fim de semana.
“Foi uma fatalidade, ela caiu da janela. Tudo o que eu tinha para dizer é que foi uma fatalidade”, afirmou Antonio Inácio.
À TV TEM, a Polícia Civil afirmou que aguarda laudos da perícia para concluir se a queda foi acidental ou não.
O caso foi inicialmente registrado como violência doméstica, mas a polícia não indicou nenhum suspeito porque ainda aguarda o laudo do IML. A delegada da Delegacia de Defesa da Mulher, Ana Salomone, não comentou o conteúdo do depoimento do empresário Antonio Inácio.
Ainda nesta quarta-feira, equipes da Polícia Civil e peritos da Polícia Científica estiveram no imóvel. Os policiais averiguaram a residência e falaram com vizinhos.
O empresário, dono do imóvel, tem histórico de brigas e ameaças com a namorada, de 55 anos. O G1 teve acesso a um boletim de ocorrência registrado pela mulher em 2013 no qual consta que os dois se agrediram mutuamente. Ela não quis falar sobre o caso.

Relacionamento recente
Familiares de Vera Lúcia ouvidos pelo G1 dizem que o relacionamento dela com o empresário – que tinha ficado viúvo há aproximadamente um mês – era recente.
O filho dela, Antonio Cândido, declarou à Polícia Militar que os dois estavam juntos há cerca de 20 dias, mas que tinham terminado o namoro. Para tentar uma reconciliação, o empresário chamou a idosa para jantar na casa dele naquela noite de sábado.
Ele só soube do acidente ao receber uma ligação da Santa Casa informando que sua mãe tinha dado entrada no hospital com ferimentos graves ocasionados por uma queda.
A equipe do hospital que recebeu Vera lúcia descreveu que ela chegou seminua, o que o empresário negou em entrevista na saída da delegacia na quarta-feira (1º). Os profissionais também relataram que ela tinha um hematoma galeal (o popular “galo”) na nuca, e que suas pupilas não reagiam à luz, indicando lesão neurológica. O diagnóstico era trauma crânio-encefálico grave.
Por conta de seu estado de saúde, Vera Lúcia foi transferida para o Hospital regional de Sorocaba, onde foi constatada morte cerebral.
G1

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial