Presidiário que matou esposa grávida com 19 golpes de faca tenta fugir da cadeia e acaba morto

Um detento que assassinou a mulher grávida com 19 golpes de faca em junho de 2015 acabou morto a tiros após tentar fugir da cadeia.

O caso ocorreu na tarde deste domingo (26/08) em Alagoa Nova, no Brejo.
Francisco de Assis dos Santos, que hoje estava com 39 anos, aproveitou o horário de visitas para, na companhia de outro preso, fugir do cárcere.

Os detentos criaram uma confusão, houve luta e fugiram, porém um agente penitenciário abriu fogo e Francisco de Assis acabou baleado.
Ele morreu a poucos metros da cadeia.
O outro presidiário, Ivonaldo Delfino da Silva, o “carneirinho” encontra-se foragido.

O ASSASSINATO DA MULHER
O homicídio abalou Alagoa Nova na tarde do sábado, 27 de junho, por volta das 15h20.
Solange Martiniano da Silva, então com 33 anos, foi assassinada com 19 golpes de faca.
O acusado foi próprio marido, Francisco de Assis Santos, na época com 35, que acabou preso.
Ele também feriu a mãe de Solange, Benedita Carmo Silva, de 53.
Tudo ocorreu na Rua Álvaro Leite (Rua do Mutirão) no Bairro Wilson Guimarães.
Por pouco o assassino não foi linchado.
Ele estava escondido numa casa próximo de onde ocorreu o crime.
Renato Diniz

<?php get_related_posts_thumbnails(); ?>

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial