De volta à Paraíba, ONG Educando vai impactar mais de 12 mil estudantes

Professor Paulo Henrique do Nascimento com seus alunos – Escola Técnica Estadual de Bayeux, Paraíba , que participa do programa STEM Brasil

O STEM Brasil, programa de capacitação de professores da ONG internacional Educando, volta à Paraíba para treinar um novo grupo de docentes. O trabalho deverá impactar 12,4 mil alunos de escolas públicas do estado. Nesta semana, entre os dias 10 e 14, 106 professores de 21 unidades de ensino de 19 municípios receberão a capacitação, que visa aprimorar a forma& ccedil;ão dos docentes nas áreas de ciências (física, química e biologia) e matemática. A ação, focada nas aulas práticas, é realizada em parceria com empresas privadas e o governo local. Os polos paraibanos da Educando ficam nas cidades de João Pessoa, Campina Grande e Sousa.
“Os bons resultados do programa estão levando outros estados a nos procurar e, também, os estados nos quais atuamos a expandir esse trabalho. Sem dúvida, quem ganha com isso é o ensino público do país”, afirma Marcos Paim, diretor do STEM Brasil.
A Paraíba já esteve três vezes na agenda do programa (confira, neste link, vídeo especial feito com um dos professores já capacitados -https://www.youtube.com/watch?v=SEDPZdnc42M), tendo formado 336 docentes de 48 escolas, impactado mais de 42,2 mil alunos. Neste mês, o STEM Brasil chega ao à Paraíba após formar 743 professores em 110 escolas dos estados de São Paulo, Espírito Santo, Tocantins, Acre e Mato Grosso do Sul chegando a aproximadamente 58 mil alunos impactados somente em agosto.

Sobre o STEM Brasil
O STEM Brasil começou em Pernambuco, em 2009, e já treinou mais de 4 mil professores em 670 escolas de 17 estados brasileiros, alcançando um impacto positivo em mais de meio milhão de alunos (575 mil). O sucesso levou o programa a ser adaptado para o currículo mexicano, e o STEM México foi implantado no país no final do mês passado. Segundo levantamento da consultoria internacional ManpowerGroup, engenheiros e profissionais de TI são cargos onde há grande carência de mão de obra em ambos os países.
O programa oferece aos professores formação exclusiva, seguindo uma metodologia própria, que enfatiza a mão na massa para dar vida ao currículo obrigatório de ciências e matemática dos estados brasileiros. As técnicas de ensino são baseadas em atividades práticas e facilitam o aprendizado de conceitos teóricos. Os professores são moldados a fazer os estudantes colaborarem em projetos e a resolverem problemas juntos, com o professor atuando como facilitador.
A formação envolve quatro áreas: física, química, biologia e matemática. Cada professor passa por 180 horas de formação distribuídas ao longo de dois anos. “O objetivo do STEM Brasil é incentivar o professor a despertar a sua paixão nos alunos”, afirma Kelly Maurice, diretora executiva da Educando.

Novo nome
Em junho, a ONG Worldfund passou a chamar-se Educando. O anúncio foi feito durante a entrega do Prêmio de Liderança em Educação (Education Leadership Award), em Nova Iorque, em evento para arrecadar fundos para ampliação dos programas educacionais da ONG na América Latina. A mudança de nome tem como objetivo aproximar a organização dos professores e diretores de escolas públicas na América Latina, onde os programas estão se expandindo rapidamente e onde a ONG tem parcerias bem-sucedidas com as secretarias de Educação e os governos locais. E, em inglês, ‘Edu-can-do’ remete a Education Can Do, ou seja, a educação ‘pode ajudar ’, ‘pode fazer muito’ (pelo país).

Sobre a Educando
Inspirando Professores > Criando Líderes > Transformando Vidas
Fundada em Nova Iorque em 2002 como World Development and Education Fund (Worldfund), a organização não-governamental Educando trabalha em parceria com governos locais para trazer investimentos de empresas privadas para projetos educacionais na América Latina. Em 15 anos, a instituição já levantou mais de US$ 30 milhões em investimentos e capacitou mais de 9,2 mil educadores no Brasil e no México, com impacto em mais de 5,3 milhões de estudantes.

Redes Sociais
Facebook: EducandobyWorldfundBR
Twitter: @educando_br
Instagram: educando_br
Linkedin: Educando by Worldfund
Youtube: Educando by Worldfund

Legenda
Professor Paulo Henrique do Nascimento com seus alunos – Escola Técnica Estadual de Bayeux, Paraíba , que participa do programa STEM Brasil

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial