Justiça mantém prisão de suspeitos de articular fuga em massa no PB1

O Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) decidiu manter a prisão preventiva de seis dos 10 presos suspeitos de envolvimento no ataque à Penitenciária de Segurança Máxima Romeu Gonçalves Abrantes – PB1, em Jacarapé, em João Pessoa. O caso aconteceu na madrugada da última segunda-feira (10) e teve como consequência a fuga de 92 detentos da unidade.

A decisão foi tomada durante audiência de custódia, realizada na tarde desta quarta-feira (12) no Fórum Criminal da capital. O magistrado resolveu liberar quatro mulheres e uma delas seguiu para o Presídio Feminino Júlia Maranhão. Os outros cinco integrantes do grupo ficarão detidos no PB1.

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial