Bloco ´Os Foliões do Ferro´ modifica estrutura de funcionamento e terá sede própria em 2019

Visando melhorar sua estrutura de funcionamento e se adaptar aos novos tempos, o bloco ´Os Folíões do Ferro´, que tradicionalmente abre o carnaval em Campina Grande (PB) já está em plena atividade nesta reta final de ano, organizando e pensando em todos os detalhes que serão colocados em prática em 2019. Apesar das modificações que serão implementadas, o percurso da agremiação vai continuar o mesmo, sempre pelas ruas centrais da cidade.
Uma das mudanças importantes será a mudança da nomenclatura da entidade, que agora passará a se chamar ´Bloco Cultural Os Foliões do Ferro´, já que a idéia é se voltar mais para a cultura regional, com a promoção de eventos ao longo dos meses que antecedem o carnaval, mas sempre mantendo a tradição do frevo e das marchinhas.
Além disso, o bloco vai ganhar uma sede própria, localizada no centro da cidade e que será palco de atrações culturais ligadas ao seu estilo musical, havendo também toda uma logística de alimentação, bebidas, vendas de camisas, organização de um cadastro de associados, entre outros pontos que já estão sendo discutidos.
Outra novidade que já está sendo planejada para o próximo ano é a contratação de um profissional especialista em organização e funcionamento de blocos de carnaval para viabilizar a estrutura da agremiação. Esse especialista deve ser Fred, bastante conhecido na região e que tem mais de 15 anos de experiência nesse ramo de atividade.
A captação de recursos será feita através de patrocinadores, já que o bloco deverá ser autossustentável e haverá cotas financeiras para empresas e particulares que aceitarem firmar tal parceria. A direção do bloco continuará sendo de Lúcio Ricardo Galdino (Lúcio da Cagepa) mas uma agência de publicidade e propaganda (a JTP) será responsável pela organização estrutural e pela captação dos recursos.
Um dos objetivos do agora ´Bloco Cultural Os Foliões do Ferro´ é de se adaptar a nova realidade estrutural do evento carnaval, além de expandir a atividade do bloco para outros meses do ano, através de eventos culturais em sua sede, e ainda oferecer aos foliões uma maior comodidade e mais opções de interação, conhecimento e participação da festa. Haverá ainda investimentos em orquestras de frevos, sonorização, segurança e parceria com artistas da terra.

O BLOCO
O bloco nasceu de uma ideia de quatro amigos numa mesa de bar, em 2010, e acabou se transformando numa agremiação que este ano saiu às ruas arrastando uma multidão de mais de 3 mil pessoas. Sempre animado por uma orquestra de frevo, o bloco tem hino próprio (Meu Bloco), uma composição de Jozildo Chaves, mas todo ano apresenta uma música nova para animar os foliões.
Geralmente o bloco toca marchinhas e frevos e além das pessoas com mais idade (a maioria dos foliões) muitos jovens e adolescentes já estão começando a participar do evento, por influência dos pais. A formação foliã do bloco é muito eclética e atrai todas as classes sociais e todos os tipos de profissionais liberais não só de Campina Grande e da Paraíba, como também de outros estados, a exemplo de Pernambuco e Rio Grande do Norte.

Por Apolinário Pimentel

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial