Sargento é expulso da Polícia Militar por cobrança de propina em blitz

Um sargento lotado na 2ª Companhia Independente de Polícia Militar foi expulso da corporação por cobrança de propina em blitz realizada em 2005, na cidade de Baía da Traição. A expulsão foi publicada em edição do Diário Oficial do Estado.
Consta na portaria que, sem o devido conhecimento ou autorização do superior, o ex-militar participou de uma blitz de trânsito na estrada que dá acesso à praia de Baia da Traição. Ele e outros militares passaram a abordar veículos particulares e de transporte de passageiros, exigindo documentação.
Daqueles que apresentavam irregularidades o militar teria exigido vantagem indevida para liberá-los. Pelo crime, ele e os outros militares envolvidos foram condenados em Ação Penal Militar, decisão que foi confirmada posteriormente pelo Tribunal de Justiça da Paraíba.
“As ações praticadas pelo militar afrontaram incisivamente os preceitos legais e administrativos que regem os policiais militares da Paraíba, deixando uma marca indelével de descompasso e desrespeito às leis e regulamentos que deve observar e acatar”, diz trecho da portaria, de autoria do Comando Geral.
MaisPB

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial