Mais Médicos vai receber inscrições de formados no exterior sem CRM e sem precisar fazer o revalida

Médicos brasileiros e estrangeiros formados no exterior que ainda não tem o registro no Brasil poderão se inscrever em uma segunda etapa da seleção de profissionais para o Programa Mais Médicos. De acordo com o Ministério da Saúde, os candidatos terão entre terça-feira (11) e sexta-feira (14) para enviar documentação ao ministério.
O governo esclarece que serão exigidos 17 documentos, entre eles, o reconhecimento da instituição de ensino pela representação do país onde os profissionais obtiveram a formação. Com essa medida, poderão ser contratados médicos que não fizeram o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeira, conhecido como Revalida.
Na atual fase do programa, o Ministério abriu vagas somente para profissionais com registro no Brasil, o CRM. A atual etapa do edital tem inscrições abertas até as 23h59 desta sexta-feira (7).
De acordo com o balanço mais recente, o programa havia recebido 35.716 inscrições, preenchendo 98,6% (8.402 profissionais alocados) das 8.517 vagas. Desse total, 3.949 médicos já se apresentaram aos municípios selecionados. Os profissionais têm até o dia 14/12 para apresentação nos municípios.
O cadastro dos estrangeiros será usado em uma etapa posterior do cronograma do edital do Mais Médicos. Eles terão a chance de optar por vagas remanescentes no atual processo.

Cronograma da 2ª etapa de seleção
• Dias 11 a 14 – Profissionais formados no exterior entrarão no sistema e encaminharão documentação para validação da inscrição.
• Dia 14 – Último dia para os profissionais com registro no país inscritos no primeiro edital se apresentarem nos municípios
• Dia 17– Será feito um balanço das vagas disponíveis, o que soma as desistências e as aquelas que não tiveram procura
• Dia 18 e 19 – Os profissionais com registro no país terão nova oportunidade para se inscrever no programa e escolher os municípios disponíveis.
• Dias 20 a 22 – Os médicos brasileiros formados no exterior e sem registro no país que tenham a inscrição previamente validada poderão escolher os municípios remanescentes
• Dias 26 a 28 – Os estrangeiros formados no exterior e sem registro no país, que tenham a inscrição previamente validada, poderão escolher as vagas remanescentes

G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial