Oscar 2019 bate recorde com maior número de prêmios para profissionais negros e para mulheres

A cerimônia do Oscar consagrou “Green Book: O Guia”, “Roma” e “Bohemian Rhapsody” neste domingo (24), em Los Angeles.
Mas a noite foi importante pelo recorde de maior número de prêmios para profissionais negros (7 estatuetas) e para mulheres (15) em toda história da premiação.
Em 2016, cinco negros levaram o Oscar. As melhores marcas anteriores das mulheres eram de 2007 e 2015, com 12 estatuetas em cada ano.

Veja responsáveis pelo recorde dos negros:
• Regina King (Atriz Coadjuvante, “Se a rua Beale falasse”)
• Mahershala Ali (Ator Coadjuvante, “Green Book: O Guia”)
• Spike Lee (Roteiro adaptado, “Infiltrado na Klan”)
• Kevin Willmott (Roteiro adaptado, “Infiltrado na Klan”)
• Hannah Beachler (Direção de arte, “Pantera Negra”)
• Ruth Carter (Figurino, “Pantera Negra”)
• Peter Ramsey (Animação, “Homem-Aranha no Aranhaverso”)

Veja responsáveis pelo recorde das mulheres:
• Ruth Carter, figurino por “Pantera Negra”
• Elizabeth Chai Vasarhelyi e Shannon Dill, documentário por “Free Solo”
• Rayka Zehtabchi e Melissa Berton, documentário curta-metragem por “Absorvendo Tabu”
• Kate Biscoe e Patricia DeHaney, maquiagem por “Vice”
• Hannah Beachler, direção de arte por “Pantera Negra”)
• Domee Shi eBecky Neiman-Cobb, curta de animação por “Bao”
• Jaime Ray Newman, curta por “Skin”
• Nina Hartstone, edição de som por “Bohemian Rhapsody”
• Lady Gaga, canção original por “Shallow” de “Nasce uma estrela”
Foto: Mike Blake/ Reuters
G1

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial