Galeria de Artes Irene Medeiros expõe Fotografia Transgênica – série azul de Hipólito Lucena

A Prefeitura Municipal de Campina Grande através da Secretaria de Cultura, Teatro Municipal Severino Cabral e Associação Amigos do Teatro Municipal Severino Cabral, expõe de 15 a 31 de março, na Galeria de Artes Irene Medeiros, Fotografia Transgênica – série azul do jornalista Hipólito Lucena.

Segundo o jornalista, trata-se de imagens captadas com aparelho celular, e alteradas em sua gênese imagética, manipuladas com aplicativo de edição embarcado no próprio aparelho que as captou, através desse recurso o que antes era uma fotografia comum de paisagem, transforma-se em fotografia que agora se diz transgênica.

“Entre sonhos utópicos e pesadelos cósmicos, as fotografias que parecem surgir de mundos e realidades distantes, são construídas a partir da manipulação genética de cenários e espaços urbanos reais”, explica Hipólito.

Hipólito comenta ainda que na construção da “nova imagem” nada é banal, tudo é ressignificado. “As fotografias tornam-se iluminadas e complementadas com efeitos celestiais, gerando uma redefinição do espaço observado, tornando por sua vez, uma imagem recombinada, pluritemporal, em que a ordem natural deixa de ser o principal elemento da composição, e leva o observador a perceber a evidência invisível escondida em um aparente reconhecimento do território”, define.

Cerca de 20 fotos de Fotografia Transgênica – série azul estarão em cartaz na galeria do Teatro Municipal Severino Cabral, com entrada gratuita e visitação de terça a sexta-feira das 08h às 12h e de 14h às 21h e aos sábados das 08h às 12h e das 14h às 18h. No dia 15, às 19h30 haverá um vernissage, para convidados, às 19h30, na galeria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial