Juventus é campeã na Itália pela oitava vez consecutiva

A Juventus conquistou um histórico octocampeonato italiano ao vencer a Fiorentina, na Allianz Stadium, em Turim, por 2 a 1, em uma semana difícil, na qual o time foi eliminado pelo Ajax nas quartas de final da Champions League.
Foi o primeiro título do Campeonato Italiano conquistado pelo atacante Cristiano Ronaldo com a camisa da Juve, que se sagrou campeã com cinco rodadas de antecedência.
Com o resultado, a Juventus chegou a 87 pontos e não pode mais ser alcançado pelo Napoli, que tem 67 e recebe nesta segunda (22) a Atalanta de Bergamo.
A comemoração dos jogadores e dos torcedores, porém, foi intensa, diante do feito. Nenhuma outra equipe na Itália foi campeã oito vezes seguidas. A mais próxima da façanha é a Inter de Milão, pentacampeã entre 2006 e 2010.
No primeiro tempo, a Juventus pareceu se ressentir da eliminação na Champions. O time teve maior posse de bola, mas quem criou as melhores chances foi a Fiorentina, em jogadas agudas. Logo no início, Nikola Milenkovic fez 1 a 0 para a Fiorentina.
O time da casa mostrava certo desentrosamento também em função dos desfalques. Não pôde contar com os zagueiros Chiellini e Cáceres e os atacantes Douglas Costa e Dybala, que costumam estar entre os titulares.
Após tentar alguns chutes de fora da área, com Pjanic, a Juve encontrou o gol por meio de bola parada. O brasileiro Alex Sandro fez de peixinho, após escanteio cobrado da direita, aos 37.
No segundo tempo, a Juve avançou mais em busca da vitória, mesmo lhe bastando o empate para conquistar o título. E em uma jogada na área, o argentino Germán Pezzella acabou fazendo contra, dando a vantagem para a Juventus: 2 a 1.
Ficha técnica

JUVENTUS 2 X 1 FIORENTINA
Local: Allianz Stadium, em Turim
Data e horário: sábado (20 de abril de 2019), às 13 h
Árbitro: Fabrizio Pasqua
Assistentes: Luca Mondin e Alessandro Lo Cícero.
Cartão amarelo: Gerson
Gols: Nikola Milenkovic, aos 6 e Alex Sandro, aos 37 do 1º tempo; Germán Pezzella (contra), aos 7 do 2º tempo
Juventus: Szczesny; Cancelo, Rugani, Bonucci e Alex Sandro; Pjanic (Bentancur), Emre Can e Blaise Matuidi; Cuadrado (De Sciglio), Bernardeschi (Kean) e Cristiano Ronaldo. Técnico: Massimiliano Allegri
Fiorentina: Lafont; Nikola Milenkovic, Germán Pezzella, Ceccherini e Hancko; Dabo, Veretout, Benassi (Gerson) e Kevin Mirallas (Fernandes Edimilson); Frederico Chiesa (Luis Muriel) e Giovanni Simeone. Técnico: Vincenzo Montella

Foto: Massimo Pinca/Reuter
R7

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial