Grupo balé folclórico Sisais faz campanha para arrecadar recursos e custear despesas de viagem à Itália

O Grupo Balé Folclórico Sisais, de Pocinhos, está em campanha para conseguir recursos e assim poder viajar para apresentações fora do país. O total de integrantes é em torno de 35 pessoas, entre dançarinos e músicos, a maioria estudantes universitários.
Uma campanha, segundo o diretor do grupo, professor Erivelton Nóbrega, foi iniciada desde janeiro passado, sendo reforçada nas redes sociais, em emissoras de rádios e outras formas de divulgação, “tudo isso para conseguirmos recursos que ajudem nas despesas da nossa viagem à Itália (passaportes, figurino e passagens), principalmente, com as passagens aéreas, pois os festivais garantem as despesas com alimentação, hospedagem e translado, menos com as passagens”, explica Erivelton.
As empresas ou pessoas interessadas em ajudar a campanha do grupo, podem deixar suas contribuições na conta bancária exclusiva, quer foi aberta com esta finalidade: Banco do Brasil, em nome da Cia de Artes Cênicas Cosmo, Agência 2469-4, Conta Corrente: 14852-0.
Outras ajudas também serão bem vindas, basta os interessados deixarem contatos na página do Facebook: Balé Folclórico Sisais ou no Instagram: @balesisais. “As pessoas podem ajudar fazendo qualquer doação através da nossa Conta Bancária por intermédio de transferência ou depósito ou também ajudando com nossos bingos e rifas que estamos divulgando constantemente nas redes sociais do grupo”, ressaltou Erivelton.
Ele disse que, se alguma loja tiver interessar em fazer doação de algum tipo de produto, seja eletrodomésticos ou de outra espécie, estes produtos serão rifados.

ORIGEM
O grupo teve origem em 2015, através dos ativistas culturais da cidade de Pocinhos: Evandro Gomes e Erivelton Nóbrega. Naquele ano ocorreu o IV Festival Internacional de Folclore do Cariri, com sede em Taperoá, e um circuito de cidades, do qual Pocinhos estava inserido. “A nossa estreia foi justamente no dia em que houve a passagem por Pocinhos, 09 de outubro de 2015, e desde então, o Balé Folclórico Sisais segue defendendo a bandeira do folclore e da nossa cultura”, assinalou Erivelton.
O nome Sisais é uma referência ao Sisal, fibra que é extraída do Agave, planta que veio importada do México para o Brasil. Em meados dos anos 50 e 60 foi a principal atividade econômica do município de Pocinhos.
Na Paraíba o Sisais se apresentou em Pocinhos, Campina Grande, Remígio, Puxinanã, João Pessoa, Barra de São Miguel, Serra Branca, Cajazeiras, Triunfo e Joca Claudino. Passa e Fica-RN, Nova Petrópolis-RS, Quinta do Sol-PR, Olímpia-SP (2017 e 2018).
A próxima viagem do Sisais marcará a primeira turnê internacional do grupo, que será na Itália no mês de agosto do corrente ano.
Viver da cultura não é fácil, e assim como muitos outros grupos folclóricos, o Sisais enfrenta dificuldades para se apresentar fora do seu Estado, sendo a maior delas falta de recursos financeiros, “pois o grupo não recebe nenhum tipo de recurso constante. Quando precisamos viajar, recebemos algumas doações do poder público, o grupo procura meios para arrecadar fundos, como rifas, bingos, brechós, entre outros, para ajudar a custear as despesas com viagens”, finalizou Erivelton.

Por Francinete Silva (Jornalista – DRT 569)

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial