Consultores do Senai PB iniciam avaliação do nível de maturidade das indústrias do estado

Desde o início do mês de abril, a equipe de consultores do SENAI iniciou um trabalho nas indústrias da Paraíba, com a finalidade de identificar o nível de maturidade das empresas do setor.
O diagnóstico faz parte do Projeto Rota 4.0, e se baseia na 4ª Revolução Industrial. O modelo de maturidade industrial proposto pelo SENAI se baseia no modelo desenvolvido pela Academia Alemã de Ciência e Engenharia, a ACATECH.
As primeiras empresas visitas pela equipe foram: Bloco Construções, em João Pessoa, Cerâmica DRM, Construtora Albuquerque, na cidade de Areia, a Isfel em Campina Grande, a Conpel, fábrica de papéis e embalagens, que fica localizada na cidade do Conde, e a SS Móveis fabricante de móveis projetos que fica sediada no município de Santa Rita, região metropolitana de João Pessoa.
E a partir do dia 13 de maio, a equipe de Mercado do SENAI PB, iniciará uma série de visitas nas empresas do Estado, com a finalidade de realizar os diagnósticos de maturidade. Serão visitadas nesta primeira etapa, 70 empresas localizadas em diversas regiões da Paraíba.
A avaliação de maturidade é pautada em três dimensões: Estratégia e Organização; Manufatura e Cadeia de Suprimentos e Modelo de Negócio, Produtos e Serviços. E o trabalho consistem em cinco etapas.
No primeiro estágio, é indicado que a empresa realize a otimização dos processos fabris levando-se em consideração as ferramentas do Lean Manufacturing: Mapeamento do Fluxo de Valor, Troca Rápida de Ferramenta, Trabalho Padronizado, Fluxo Contínuo, Produção Puxada, 5 Sensos, etc.
No segundo, a empresa está pronta para dar o primeiro passo rumo à Indústria 4.0. Sendo assim, é necessário realizar o sensoriamento das linhas de produção conectando sistemas mecatrônicos e de tecnologia da Informação para potencializar os ganhos de produtividade, conhecer os gargalos, tomar decisões com dados em tempo real para então se posicionar sobre a adoção das novas tecnologias.
Já no terceiro estágio, o conceito de Indústria 4.0 começa a se tornar visível. Dados de processos já são capturados em tempo real por sensores, criando uma nuvem digital que deve auxiliar no processo de gerar conhecimento e tomar decisões em tempo real. A empresa já possui um nível de maturidade para introduzir novas tecnologias, realizar integrações mais robustas entre suas linhas de produção e cadeia de valor para trabalhar fortemente com a inteligência de dados.
No quarto estágio, torna-se possível a utilização de dados e de inteligência artificial para melhorar e aumentar a eficiência e produtividade da sua linha de produção prevendo e testando possíveis cenários.
No quinto e último estágio, os sistemas por si só, já estão aptos a identificar o que está acontecendo, entender a causa, avaliar cenários possíveis e quais ações devem continuamente e automaticamente ser aplicadas, além de proporcionar a possibilidade de responder de forma rápida e flexível as demandas dos clientes, construir novos produtos e ofertas de serviços baseados em suas experiências e cadeia de fornecedores.
Os empresários interessados em realizar o diagnóstico devem entrar em contato com a Área de Mercado do Sistema Indústria através dos telefones: (83) 2101- 9778/5385.

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial