Palestra sobre as habilidades comportamentais mais valorizadas pelas corporações marca a 3º noite da semana da indústria 2019

Encontrar um profissional que alie competências técnicas com as habilidades comportamentais, talvez seja um desafio para qualquer empresa. Mesmo num cenário onde as tecnologias e inovações ganham cada vez mais espaço, as Soft skills ou competências comportamentais, ou seja, atributos pessoais são decisivos no desenvolvimento da carreira profissional de qualquer pessoa.
Mas qual serão os comportamentos mais valorizados pelas corporações, será que é possível desenvolver essas habilidades? As respostas desses questionamentos foram apresentadas na noite desta quarta-feira, 14/08, durante a palestra “Desenvolvimento Pessoal: Soft Skills – Desenvolvendo Habilidades Comportamentais”, proferida pela psicóloga Clínica e Organizacional e Neuropsicóloga, Josiplessis Marques, na programação da Semana da Indústria.
Durante a palestra a psicóloga lembrou que entre as habilidades comportamentais se sobrepõem ao domínio técnico, mesmo num cenário onde a tecnologia e a inovação prevalecem. “As competências técnicas são necessárias para que o candidato ocupe uma vaga, mas para que ele se desenvolva, para que se mantenha nessa vaga, ele precisa ser um trabalhador transversal, ele precisa trabalhar em várias áreas. O empregador exige que o colaborador tenha intraempreendedorismo, ou seja, o senso de dono, hoje é importante que possua comunicação hábil, cooperação, que seja uma pessoa otimista, resiliente para lidar com pressões e flexível, e ainda mantenha um bom relacionamento em equipe. Hoje se procura alguém que já tenha um potencial de desenvolver a liderança, e uma liderança com visão sistêmica, com uma visão mais humanizante, para com o seu liderado”, explicou Josiplessis.
Ainda de acordo com ela, 07 comportamentos são muito valorizados pelas empresas, e os candidatos a uma vaga de trabalho precisam estar atentos. “Não adianta o candidato ser uma pessoa que sabe desenvolver muito bem um processo, que lida muito bem com a ferramenta de uma empresa, ele precisa lidar muito bem com as pessoas da empresa, e isso agente não encontro no currículo. Por isso é necessário estar atento a algumas habilidades, entre elas, o Autoconhecimento, a Liderança, a Comunicação, o Otimismo, o Autodesenvolvimento, a Autenticidade e a Resiliência”, afirmou.
Mas será que é possível desenvolver essas habilidades? Josiplessis comentou que sim. “O Desenvolvimento dessas competências acontece de várias maneiras, através de um processo psicoterapêutico, onde trabalhamos as disfuncionalidades, pode ser também através de cursos como MBA, esportes coletivos, trabalhos voluntários, hobbys, espiritualidade, enfim, são várias as possibilidades de desenvolver essas competências, que vão muito além da competência técnica”, disse.
A programação da Semana da Indústria 2019 será encerrada nesta quinta-feira, dia 15 de agosto, às 19h, com uma palestra sobre “A Criatividade e as Novas Tecnologias”, que será conduzida pelo mestre em negócios sustentáveis, e pesquisador de novas tecnologias e tendências digitais, Tony Ventura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial