Fábio pega pênalti e Cruzeiro vence Vasco com gol de jovem

O pênalti batido por Yago Pikachu, defendido por Fábio no início do segundo tempo, definiu o destino do jogo no Mineirão, neste domingo. Em partida válida pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro venceu o Vasco por 1 a 0. O Cruz-Maltino até teve uma boa atuação, mas ao perder a chance de abrir o placar, viu o jovem Maurício marcar seu primeiro gol como profissional, aos 34 do segundo tempo. O resultado deixa a equipe carioca na 15ª posição, com 20 pontos. Os mineiros ficam em 16º, com 18, a quatro pontos da zona da degola.
O Vasco volta a campo no próximo sábado, às 11h, contra o Bahia, em São Januário. Os mineiros – que se distanciam da zona da degola – por sua vez, têm dois gaúchos em sequência: na quarta-feira, enfrenta o Internacional, em Porto Alegre, por uma vaga na final da Copa do Brasil, e no domingo, recebe o Grêmio, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro.

Início azul
Na tentativa de confirmar a reação desde a chegada de Ceni, com uma escalação ofensiva, a Raposa começou espremendo o Vasco em campo. Marquinhos Gabriel, com apenas 44 segundos de jogo, finalizou com perigo, e depois chegou a marcar com um bonito toque de cobertura, mas estava impedido. Thiago Neves, com uma cabeçada rasante, tirou tinta da trave.

Vasco cresce
O gás inicial do Cruzeiro acabou rápido, o time carioca encaixou na parte defensiva e cresceu em campo. Com a bola rolando, o Cruz-maltino não conseguiu levar grande perigo, mas teve boas chances com Barcellos em cobranças de falta. Cadenciando o jogo e acelerando na hora certa, o Vasco terminou o primeiro tempo com seis finalizações, uma a mais que os donos da casa.

Sempre ele!
O Gigante da colina seguiu rondando a área cruzeirense na etapa final e fez por merecer o pênalti de Fabrício Bruno em Yago Pikachu, aos cinco minutos. O lateral vascaíno bateu firme no canto direito de Fábio, que voou para defender sua 20ª penalidade pelo Cruzeiro com bola ‘rolando’. Foi a segunda cobrança seguida perdida pelo camisa 22.

Pênalti fez falta
O Vasco sentiu a oportunidade desperdiçada e viu o time celeste ganhar confiança. Fred, que entrou no segundo tempo, assustou Fernando Miguel. O gol, porém, veio dos pés de outro jogador que saiu do banco. Aos 34, o meia Maurício, de 19 anos, recebeu de David na área e fuzilou o gol do Vasco, marcando seu primeiro gol como profissional. Os cariocas ensaiaram uma pressão, mas sem força, amargaram a derrota fora de casa.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 1 X 0 VASCO
Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data-hora: 1º de setembro de 2019, às 19h
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (PB) – Nota L!: 6,0 – Acertou em lances capitais, mas parou muito o jogo
Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa/PR) e Danilo Ricardo Simon Manis (Fifa/SP)
Árbitro de vídeo: Wagner Reway (Fifa/PB)
Público e renda: não divulgado.
Gramado: Bom
Cartões amarelo: Robinho, Henrique, Marquinhos Gabriel (CRU); Raul, Talles, Rossi (VAS)
Cartões vermelhos: não houve.
GOLS: Mauricio, 34’/2ºT
CRUZEIRO
Fábio; Orejuela, Dedé, Fabrício Bruno, Egídio; Henrique e Robinho (Ederson, 40’/2ºT); Marquinhos Gabriel, Thiago Neves (Mauricio, 21’/2ºT), David e Pedro Rocha (Fred, 15’/2ºT). Técnico: Rogério Ceni
VASCO
Fernando Miguel; Yago Pikachu, O. Henríquez, Ricardo e Danilo Barcellos; Richard, Raul e Marcos Júnior; Rossi (Tiago Reis, 31’/2ºT), Marrony (Fellipe Bastos, 32’/2ºT) e Talles (Valdívia, 27’/2ºT). Técnico: Vanderlei Luxemburgo
Foto: LANCE!
Terra

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial