Forbes divulga equipes esportivas e atletas mais valiosos do mundo. Times norte-americanos dominam a lista

A revista Forbes acaba de divulgar um ranking com as equipes esportivas e os atletas mais valiosos do mundo em 2019. Embora no Brasil, a percepção de valor esteja ligada ao futebol, apenas três times do “mundo da bola” figuram na lista da publicação: Real Madrid (3°), Barcelona (4°) e Manchester United (6°).
Segundo o ranking da Forbes, a equipe esportiva mais valiosa do mundo é o Dallas Cowboys, a franquia texana de futebol americano que disputa a NFL está avaliada em US$ 5 bilhões (R$ 18,5 bilhões).
Em segundo lugar está o time de beisebol do New York Yankkes, maior campeão da Major League of Baseball. De acordo com a Forbes, a equipe é avaliada em US$4,6 bilhões (R$ 17,3 bilhões). Com quatro títulos da liga dos campeões nos últimos seis anos, o time de futebol espanhol Real Madrid, na terceira posição, vale US$ 4,24 bilhões (R$ 15,9 bi).
Logo em seguida está o grande adversário dos gramados espanhóis, o time catalão do Barcelona, avaliado em US$ 4,02 bilhões, aproximadamente R$ 15,1 bilhões. Em quinto lugar, está o time da NBA New York Knicks, que vale US$ 4 bilhões (R$ 15 bilhões), seguido pelo tradicional clube de futebol Manchester United, avaliado em US$ 3,81 bilhões (R$ 14,3 bilhões).
Na sequência, aparece o New England Port, de Massachusetts (EUA), time de Tom Brady que venceu o último Super Bowl. A franquia está avaliada em US$ 3,8 bilhões (R$ 14,3 bilhões). Em oitavo lugar está o Los Angeles Lakers, segunda maior vencedora da NBA e time de Lebron James. Valor pela Forbes: US$ 3,7 bilhões (R$ 13,9 bilhões).
Outro a ocupar a seleta lista é o Golden State Warriors, da Califórnia (EUA), finalista da NBA nos últimos cinco anos e campeão em três. O time de basquete é avaliado em US$ 3,1 bilhões (R$ 13,1 bilhões). Para fechar o TOP 10 está o New York Giants, da NFL, avaliado em US$ 3,3 bilhões – R$ 12,4 bilhões.

Atleta de quase 100 milhões de dólares
No caso dos atletas mais bem pagos, os profissionais do futebol também não aparecem com destaque no ranking da Forbes. As três primeiras colocações são ocupadas por tenistas, com Roger Federer na liderança, Novak Djokovic no segundo lugar e Kei Nishikori na terceira posição.
De acordo com a Forbes, Federer é o tenista mais bem pago pelo 14º ano consecutivo, com US$ 93,4 milhões advindos de prêmios, patrocínio e taxa de presença em eventos, obtidos apenas nos últimos 12 meses.
Embora os profissionais das quadras de tênis contem com patrocínios de empresas que desenvolvem equipamentos e vestimentas sob medida para cada atleta, há uma gama de itens esportivos ofertados no varejo para quem deseja praticar tênis ou até mesmo para os amadores de finais de semana, como é o caso, por exemplo, do tênis masculino adidas, de raquetes de fibra ou de madeira, de camisetas que eliminam o suor e ajudam na transpiração e de uma série de produtos próprios para cada modalidade esportiva.

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial