Damares quer um ano de licença maternidade para a mãe e três meses para o pai

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, quer que o Congresso aumente a licença maternidade para um ano, além da ampliação da licença para o pai.
Em entrevista à Folha de São Paulo, Damares afirmou que essas são políticas públicas de fortalecimento da família. “Eu defendo mais tempo da mãe com a criança em casa. E do pai também. Essa realidade do Brasil agora ainda não é. Podemos lutar por isso? Podemos. Vamos ter resistência? Muita. Mas a gente pode trabalhar”, disse.
Ainda de acordo com a ministra, o ideal seria que os homens tivessem a licença paternidade entre dois ou três meses. No entanto, ela considera difícil de acontecer. “Mas olha o problema que a gente vai ter ainda no Brasil para chegar a esse objetivo. A indústria vai reagir, o comércio vai reagir, mas a Hungria conseguiu”.
Damares também falou sobre a morte da menina Ágatha Félix e afirmou que visitará os familiares da garota. A ministra contou ter ‘chorado muito’ após saber do fato, mas lamentou o uso da tragédia para ‘fins políticos’.
Surpreendente, Damares disse não defender censura de imagem de beijo entre pessoas do mesmo sexo.
MaisPB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial