Premiê da Etiópia, Abiy Ahmed ganha Nobel da Paz

O Nobel da Paz 2019 foi concedido nesta sexta-feira, 11, ao primeiro-ministro da Etiópia, Abiy Ahmed, de 43 anos, pivô da reconciliação entre o país e a Eritreia. Ele recebeu o prêmio “por seus esforços para alcançar a paz e a cooperação internacional, principalmente por sua iniciativa decisiva destinada a resolver o conflito na fronteira com a Eritreia”, afirmou a presidente do Comitê Nobel, Berit Reiss-Andersen.
A Etiópia está “orgulhosa como país” com o anúncio do prêmio, disse o chefe de governo local no Twitter, destacando que isso é o “reconhecimento” do trabalho do premiê em favor da “cooperação, unidade e coexistência”. Para o secretário-geral da ONU, António Guterres, a aproximação entre a Etiópia e a Eritreia impulsiona a estabilidade na região.
O anúncio foi na contramão de diversas casas de aposta, onde o nome mais cotado para ganhar o Nobel da Paz este ano era o de Greta Thunberg.
Estadão

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial