Bruno Henrique e Gabigol, a dupla que carregou o Flamengo à decisão da Copa Libertadores após 38 anos

A espera foi longa, mas o Flamengo está de volta à final da Copa Libertadores. E os responsáveis pelo feito têm nomes: Bruno Henrique e Gabriel Barbosa. A dupla de atacante marcou nove dos 11 gols do Rubro-Negro no mata-mata do torneio, onde a equipe de Jorge Jesus eliminou Emelec, Internacional e Grêmio.
Agora, o time da Gávea tentará repetir o feito de 1981, ano em que o Flamengo, comandado por Zico, conquistou pela primeira e única vez a América. A grande decisão será disputada em jogo único, em 23 de novembro, no Estádio Nacional de Santiago, no Chile. O adversário será o River Plate (ARG), defensor do título.
Abaixo, relembre os confrontos que Bruno Henrique e Gabigol brilharam e decidiram a favor do Rubro-Negro no mata-mata desta Copa Libertadores.

GRÊMIO: A VÍTIMA DA SEMIFINAL
O Maracanã foi o palco do capítulo escrito por Bruno Henrique e Gabigol mais recente. Na vitória por 5 a 0, nesta quarta-feira, a dupla infernizou a vida dos consagrados – e ótimos – zagueiros do Grêmio, Kannemann e Pedro Geromel.
Como resultado, um gol e um pênalti sofrido na conta de Bruno Henrique. Para Gabigol, mais dois gols, sendo um de pênalti. Assim, os dois seguem na disputa pela artilharia da Copa: com cinco e sete gols feitos pelo Fla, respectivamente. Já com Grêmio entregue, Marí e Rodrigo Caio transformaram em goleada: 5 a 0.

INTERNACIONAL SOFRE NAS QUARTAS
Nas quartas de final, a partida de ida contra o Internacional foi no Maracanã: Bruno Henrique fez os dois gols da vitória, sem sustos, por 2 a 0. Na volta, em Porto Alegre, Gabigol marcou o gol do empate em 1 a 1, selando a classificação.

GABIGOL VIRA PARA CIMA DO EMELEC
As oitavas de final foi o único confronto no mata-mata que o Flamengo saiu atrás: derrota por 2 a 0 em Guayaquil. O time de Jorge Jesus, que havia recém-assumido o comando, virou no Rio de Janeiro: Gabriel Barbosa marcou duas vezes no Maracanã e o goleiro Diego Alves garantiu a classificação nos pênaltis.

CONJUNTO FORTE
Se os gols ficaram a cargo quase que exclusivo de Bruno Henrique e Gabigol no mata-mata da Libertadores, é importante ressaltar o altíssimo nível mostrado por todo o time do Flamengo nesta campanha. O time de Jorge Jesus dominou os duelos, com exceção do jogo em Guayaquil, no Equador, contra o Emelec.

QUE VENHA O RIVER PLATE!
A decisão da Libertadores será em Santiago, no Chile, e o Flamengo terá como adversário o River Plate, da Argentina, no dia 23 de novembro. O rival é o atual campeão e é comandado pelo técnico Marcelo Gallardo desde 2014. O duelo promete ser equilibrado, mas Jorge Jesus contará com a dupla artilheira.
O camisa 27 Bruno Henrique entrou em campo com o Grêmio pendurado com dois cartões amarelos, mas não foi advertido até deixar o campo nesta quarta.
Imagem: Marcelo Cortes / Flamengo

MSN/Lance

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial