‘Exterminador do Futuro: Destino Sombrio’ chega aos cinemas

São 35 anos separando o primeiro filme deste atual, intitulado Exterminador do Futuro: Destino Sombrio. Nesse período, foram quatro sequências, boa parte delas muito criticadas, uma série de televisão (Terminator: The Sarah Connor Chronicles), livros e até jogos. A nova obra, que chega aos cinemas nesta quinta-feira (31), tenta remendar alguns dos estragos feitos pelos filmes anteriores.
Para tanto, ela desconsidera os dois últimos filmes e se baseia em uma sequência direta do segundo, O Exterminador do Futuro 2 – O Julgamento Final, ambientada 25 anos depois dos acontecimentos que levaram T-800 a desaparecer em uma caldeira de aço derretido.
Nesse novo mundo, um novo e um modificado exterminador de metal líquido é enviado do futuro pela Skynet para finalizar Dani Ramos, um híbrido entre ciborgue e humano, e suas amigas. Também vinda de outro período distante, a híbrida de ciborgue com humana Grace tem a missão de proteger Dani e assegurar a única esperança para a humanidade.
Em meio a uma sequência de cenas de ação (cortesias do diretor Tim Miller, de Deadpool), ressurge Sarah Connor, a heroína da franquia original, interpretada por Linda Hamilton.
Aos 63 anos, sua volta à personagem e à franquia é vista pelos fãs como uma espécie de reparação histórica dentro da saga, já que ela teve relevância semelhante ao exterminador interpretado por Arnold Schwarzenegger, que continuou encarnando o personagem ao longo dos anos e retorna mais uma vez aqui, aos 72 anos. Se ele pode, por que ela não?
A volta de Linda e algumas adições do novo elenco são destaques que os críticos especializados dão à nova tentativa de reviver a história. “O retorno de Linda Hamilton a Sarah Connor, seu papel mais famoso, dá força a uma produção que poderia ser apenas mais uma obra desnecessária. (…) Ao lado de Mackenzie Davis, a atriz de 63 anos está em uma dupla de heroínas das mais carismáticas e duronas no cinema de ação”, enfatiza o crítico Cesar Soto.
O diretor James Cameron volta como produtor executivo, um desejo dos irmãos milionários Megan e David Ellison, atuais detentores dos direitos autorais da franquia Exterminador do Futuro. O namoro com Linda Hamilton, no entanto, foi trabalhoso, já que a atriz, praticamente aposentada, se recusava a participar de sequências, por entender que os dois primeiros filmes se fechavam em um arco perfeito.
“Não me importo com o que o mundo quer, Sarah é uma personagem muito difícil de interpretar, uma mulher que vive no inferno. Nunca a enxerguei como um ícone, então precisei pensar muito se gostaria de visitar aquele inferno novamente”, explica a atriz, em entrevista a Rodrigo Salem, da Folha de S. Paulo. “E o filme precisaria ser bom, senão pareceria um caça-níquel vergonhoso de uma atriz em processo de envelhecimento”, completa.
Embora tenha uma série de furos e inconsistências no roteiro desenvolvido a dezesseis (!) mãos, Exterminador do Futuro: Destino Sombrio é visto como um retorno da franquia com o mínimo de dignidade, especialmente ao serem comparados aos terríveis O Exterminador do Futuro 3: A Rebelião das Máquinas, A Salvação e Gênesis.

Outras estreias nos cinemas
‘PAPICHA’
A estudante e estilista amadora apelidade de Papicha desafia o governo fundamentalista instalado na Argélia dos anos 1990 ao tentar viver uma vida normal e sem repressões. Estreia hoje em João Pessoa.

‘SEGREDOS OFICIAIS’
Keira Knightley vive a personagem real, responsável por revelar segredos confidenciais, provando a pressão para que seis países votassem a favor da invasão ao Iraque em 2003, realizada pelos EUA. Estreia hoje em João Pessoa.

‘A FAMÍLIA ADDAMS’
O clássico dos anos 1990 ganha uma versão em animação 3D, trazendo mais uma vez para as telonas personagens clássicos como Mortícia, Gomez, Vandinha, Feioso, Tropeço e Tio Chico. Estreia hoje em João Pessoa.

‘A ODISSEIA DOS TONTOS’
Ricardo e Chino Darín, pai e filho, estrelam uma comédia sobre uma pequena comunidade do interior da Argentina que se revolta ao ter seu dinheiro roubado pelo banco durante a crise econômica. Estreia hoje em João Pessoa.

‘MARIA DO CARITÓ’
Adaptação de peça de teatro encomendada e estrelada por Lília Cabral, a atriz vive nas telonas a história da mulher de 50 anos virgem que sonha em encontrar um grande amor. Estreia hoje em João Pessoa.
Texto de André Luiz Maia, do Jornal Correio

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial