Submarino da Segunda Guerra é encontrado 75 anos depois de desaparecer

Um submarino dos Estados Unidos que desapareceu há 75 anos foi encontrado no fundo do Mar da China Oriental, segundo informou nesta segunda-feira (11) o grupo Lost 52 Project, que busca embarcações americanas desaparecidas.
Com uma tripulação de 80 membros, o submarino USS Grayback sumiu do mapa em 1944, após ser atacado por aeronaves japonesas durante a Segunda Guerra Mundial.
Agora, seus destroços foram achados na costa de Okinawa, no Japão, pelo explorador Tim Taylor e sua equipe do Lost 52 Project, que se dedica a procurar e fornecer informações sobre submarinos e marinheiros americanos desaparecidos na Segunda Guerra.
O USS Grayback nunca havia sido encontrado em parte porque as informações registradas pelos japoneses sobre o local em que o submarino afundou foram traduzidas incorretamente, causando um erro de localização de ao menos 160 quilômetros e levando a um mistério de 75 anos.
O Lost 52 Project conseguiu finalmente localizar o submarino depois de examinar documentos militares com as coordenadas corretas. O grupo usou veículos subaquáticos autônomos para encontrar os destroços, o que ocorreu em 5 de junho deste ano, cerca de 80 quilômetros ao sul de Okinawa, a uma profundidade de 430 metros.
“A confirmação do local como sendo de uma embarcação militar afundada da Marinha dos EUA garante que ela seja protegida contra perturbações, salvaguardando o local de descanso final de nossos marinheiros”, disse Taylor, iniciador do projeto.
As famílias dos 80 tripulantes a bordo do submarino foram informadas sobre a descoberta.
Kathy Taylor, cujo tio John Patrick King estava no submarino, afirmou que a descoberta traz finalmente um desfecho ao caso. “Desde que eu era uma garotinha, prometi que iria encontrá-lo ou procurá-lo ou manter sua memória viva”, disse ela em entrevista à emissora americana ABC News.
O USS Grayback foi um dos 52 submarinos americanos perdidos em ação, e acredita-se que ele tenha afundado pelo menos 14 navios durante a guerra, tendo sido condecorado por isso mais tarde.

Foto: Domínio público
G1

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial