Começa o 14º Festival Audiovisual Comunicurtas em Campina Grande

Começou, na noite dessa segunda-feira (25), o 14º Festival Audiovisual Comunicurtas, realizado pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) na cidade de Campina Grande. A edição do evento este ano acontece até a próxima sexta (29) e tem como tema “Cinema, juventude e preservação”. O festival tem entrada gratuita em todas as suas atividades.
Realizado desde 2006, o Comunicurtas tem como prioridade oferecer aos profissionais envolvidos nas práticas audiovisuais como cinema, publicidade e telejornalismo, a abertura necessária para a divulgação de suas produções criativas.
O coordenador do evento, Hipólito Lucena, conta que além da exibição de filmes, estão previstas outras atividades para diversos públicos. “Nesta semana, Campina Grande se transforma na Capital do cinema. Digo isso porque teremos representantes de muitos locais. Este ano, nos despertamos para trazer a temática dos festivais, de entender a importância desse círculo. Temos que resistir, temos que continuar fazendo o festival e garantir que ele não morra”, disse.
Com programação no Cine São José e na Casa Paisá, em Campina Grande, o Comunicurtas engloba mostras competitivas e não competitivas, exposições, mesas redondas, debates, palestras, workshop e oficinas sobre cinema, TV, fotografia, direção e produção audiovisual.
Durante a cerimônia de abertura, que aconteceu na noite da segunda-feira (25), no Cine São José, o Reitor da UEPB, Rangel Júnior, parabenizou todos os envolvidos, produção e público, por continuarem apoiando e acreditando na criação de filmes independentes, principalmente no cenário paraibano.
O festival está dividido em 9 mostras, sendo elas: Mostra Brasil, para curtas metragens produzidos em qualquer um dos estados da Federação; Mostra Tropeiros da Borborema, para curtas de realizadores paraibanos ou domiciliados na Paraíba; Mostra Estalo, para curtas paraibanos com até um minuto de duração; Mostra Tropeiros de Telejornalismo, para reportagens e matérias de TV produzidas por profissionais paraibanos; Mostra A Ideia é, para peças publicitárias produzidas por profissionais ou empresas paraibanas; Som da Serra, para videoclipes musicais de artistas e bandas paraibanas; Filmes do mundo, para curtas-metragens de qualquer gênero, produzidos em outros países, com duração de até 25 minutos; Longas-Metragens, para produções de qualquer gênero de qualquer Estado do Brasil, com duração de 70 a 150 minutos e Tropiqueers, composta por produções cinematográficas com temáticas voltadas às questões de gênero, sexualidade, raça, etnia e origem geográfica.

Programação 14º Comunicurtas
26 DE NOVEMBRO – TERÇA-FEIRA
9h – Cine Teatro São José
Debate com os realizadores dos filmes exibidos na noite anterior
10h – Cine Teatro São José
Painel 01: Walfredo Rodriguez e os primórdios do cinema paraibano no contexto do cinema brasileiro do início do século 20 (Lúcio Vilar, coordenador Fest Aruanda – João Pessoa, PB / Mediação: André Cananéa – Jornal A União)
11h – Exposições Fotográficas:
Fotografia Transgênica – Hipólito Lucena
14h – Casa Paisá
Oficina 02 – Continuísmo para TV e Cinema (Ministrante: Fernanda Victor Brandão)
Atenção: esta oficina terá início no dia 26 de novembro e segue até o dia 28 de novembro
15h – Cine Teatro São José
Painel 02 – O novo cinema paraibano: Perspectivas e lutas
Academia Paraibana de Cinema e Frente de Interiorização do Audiovisual da Paraíba – FIAPB
19h – Cine Teatro São José
Cerimonial de abertura da noite e exibições:
Mostra Tropeiros:
Galos de Campina – Yago Paolo – Campina Grande, PB – Livre para todas as idades
Palito – Vitor Celso – Campina Grande, PB – Livre para todas as idades
Mostra Tropiqueers:
Um Filme para Ehuana – Direção Louise Botkay – Rio de Janeiro, RJ
Mostra Estalo:
Díptico – Ana Calline – Queimadas (PB) – Não recomendado para menores de 16 anos
Fashion Film By Comkáh –Kaio Henrry- Campina Grande, PB – Livre para todas as idades
Jogos de Guerra – Wayner Tristão – Juazeiro, BA – Livre para todas as idades
Motorista de aplicativo inova no são João de Campina Grande – Rafael Costa e João Paulo Cardoso – Campina Grande, PB – Livre para todas as idades
Maria – Erica Sansil – Rio de Janeiro, RJ – Livre para todas as idades
Mostra Brasil:
Dos filhos deste solo és mãe – Antônio Fargoni – São Paulo, SP – Livre para todas as idades
Santa – Marco Andrade – Cataguazes, MG – Não recomendado para menores de 16 anos
Longa Metragem:
Jackson, na batida do pandeiro – Marcus Vilar e Cacá Teixeira – João Pessoa (PB) e Recife (PE)
22h – Cine After:
Show com Rangel Junior e Titá Moura

27 DE NOVEMBRO – QUARTA-FEIRA
9h – Cine Teatro São José
Debate com os realizadores dos filmes exibidos na noite anterior
10h – Cine Teatro São José
Painel 03: O caminho dos festivais audiovisuais no Nordeste (Klayton Canuto, Hipólito Lucena e Roberto Faustino)
10h – Casa Paisá
Exibições:
Mostra Tropeiros de Telejornalismo:
Aquela que serve – Repórteres Carol Diógenes e Gabriel Heitor
Um dois um: crônicas de homicídios – Repórter Ana Calline
Sentindo na pele: morador de rua – Repórter Dayvson Victor – TV Borborema
Máquina de escrever – Repórter Hermano Junior – TV Itararé
Helloysa do Pandeiro – Repórter Paulo Italo – TV Itararé
Lourdes Ramalho – A mulher – Repórter Sara Lucena – TV Itararé
12 Anos do Festival Grito João Pessoa – Repórter Diogo Almeida – G1PB
Questões de gênero – gênero e trabalho – Repórter Leandro Pedrosa – TV Itararé
Sonho de Futebol – Repórter Kaique Henrique – Diário de CG
Censura – TV Itararé – Repórter Hermano Junior
Legado de Jackson em Alagoa Grande – Repórter Hermano Junior – TV Itararé
IPESQ: Esperança em tempos de microcefalia – A história de Miguel – Repórteres Bruna Mirelly e Hallana Pereira
14h – Casa Paisá
Oficina 02 – Continuísmo para TV e Cinema (Ministrante: Fernanda Victor Brandão)
Atenção: esta oficina terá início no dia 26 de novembro e segue até o dia 28 de novembro
14h às 17h – Cine Teatro São José
Sessão Especial Escolar:
A piscina de Caique – Direção de Raphael Gustavo da Silva – (GO) – Livre para todas as idades;
A Primavera é Bonito e Eu Não a Vejo – Direção de Ricardo Peres – (SP) – Livre para todas as idades;
Juventude que Ousa Lutar – Direção de Adriana Araújo – Queimadas, PB
Torcedores, as vozes das arquibancadas – Direção de Bruno Rafael e André Almeida Campina Grande, PB
Henrique simplesmente do Vale – Marvin Zenit – Campina Grande, PB –
What’s Life – Direção de Marcos Vinicius Cacho – Ficção – Campina Grande, PB
Depois daquela festa – Direção Caio Scot – Ficção – Rio de Janeiro, RJ –
O Bailar do Sol – Direção de Cícero Alves – Ficção – Campina Grande, PB
Eu, Minha Mãe e Wallace – Direção dos Irmãos Carvalho – Ficção (RJ)
Marley – Direção de Diego Pontes – Ficção – Lucena, PB
19h – Cine Teatro São José
Cerimonial de abertura da noite e exibições:
Mostra Tropeiros:
Cálice – Direção de Bianca Rocha e Julian Santos – Campina Grande, PB
Estertor – Direção de Yan Albuquerque –Campina Grande, PB
Bordeline, do céu ao inferno – Direção de Mayara Caroline – Campina Grande, PB
Mostra Estalo:
Respire – Direção de Gabriel Heitor- (PB)
Titanic – Direção de Daniel Silva – (CG)
Almosom – Direção de Joel Neto- (PE)
Mostra Brasil:
Rosas – Direção de Ivan Willig – Ficção (SP)
A volta para casa – Direção de Diego Freitas – Ficção (SP)
Depois – Direção de Marcello Quintella e Boynard – Ficção (RJ)
Nadir – Direção de Fábio Rogério – Ficção (SE)
Mostra Tropiqueers:
Beso Rosado – Direção R.B. Lima (PB)
Apenas Garota – Direção Danilo Facioli – Ficção (SP)
Mostra de Longa Metragem:
Tente entender o que tento dizer – Direção de Emília Silveira – Documentário (RJ)
22h – Cine After

28 DE NOVEMBRO – QUINTA-FEIRA
9h – Cine Teatro São José
Debate com os realizadores dos filmes exibidos na noite anterior
10h – Cine Teatro São José
Painel 04 – As Diferentes Linguagens do Documentário – Emília Silveira, Rio de Janeiro – RJ
10h – Casa Paisá
Exibições:
Mostra A Ideia é…:
CG Perk – Direção de Yan Araújo e Oscar Araújo – Campina Grande
Aniversário 5 anos Tecidoceu – Direção de Yan Araújo e Oscar Araújo – Campina Grande
Lamina Filmes – Direção de Yan Araújo e Oscar Araújo – Campina Grande
Fica calmo, Biu – Direção de Masao Yogi- SP
O Crime é não pensar na dor do outro – Direção de Douglas Lopez- PB
Loja Garimpo – Direção de Diego Pontes- PB
Don Enarni- Cozinha Itália/ Brasil- Leo Xavier – Campina Grande
Demo Reel- G.A Studios- Direção de Gabriel Heitor- Patos
14h – Casa Paisá
Oficina 02 – Continuísmo para TV e Cinema (Ministrante: Fernanda Victor Brandão)
Atenção: esta oficina terá início no dia 26 de novembro e segue até o dia 28 de novembro
14h – Casa Paisá
Oficina 03 – Sons e Vozerias (Anderson do Pife)
14h às 17h – Cine Teatro São José
Sessão Especial Escolar:
A Princesa de Elymia – Silvio Toledo – Campina Grande, PB – Livre para todas as idades
19h – Cine Teatro São José
Cerimonial de abertura da noite e exibições:
Mostra Tropeiros:
Cinema Nosso – Direção de Rafaela Marques – Campina Grande, PB
Uma Passagem em 3 Tempos – Direção de Rebeca Souza – Boa Vista, PB
Mostra Tropiqueers:
Tupinambás – Vozes da Caminhada – Direção de Rodrigo Brucoli – BA
Do outro lado – Direção de Bob Yang & Frederico Evaristo – SP
Mostra Brasil:
O Gato – Direção de Taciano Valério – PE
Até 10 – Direção de Gabriel Coelho – PE
O Quarto Negro – Direção de Carlos Kamara – PE
Mostra Longa Metragem:
Frei Damião, O Santo do Nordeste – Direção Deby Brennand (PE)
22h – Cine After:
Show com Zepelin e o Sopro do Cão

29 DE NOVEMBRO – SEXTA-FEIRA
9h – Cine Teatro São José
Debate com os realizadores dos filmes exibidos na noite anterior
Painel 05 – Cinema e Literatura: Cinema Instantâneo e Revista Expectação
14h – Casa Paisá
Oficina 04 – Direção de Elenco (Ministrante: Fernanda Victor Brandão)
14h às 17h – Cine Teatro São José
Exibições:
Mostra Tropeiros:
Quitéria – Direção de Tiago A. Neves – Cabaceiras/Campina Grande, PB
Bolha – Direção de Taciano Valério e Odécio Antônio – João Pessoa, PB
Mostra Tropiqueers:
Regina – Direção de Bruna Guido – (SP/PB)
Cuscuz peitinho – Direção de Rodrigo Sena (RN)
Mostra Brasil:
Crua – Direção de Diego Lima – (PB)
Mostra de Longa Metragem:
Incursão – Direção de Eduardo Moreira e Silvio Toledo – Ficção – (PB)
19h – Cine Teatro São José
Cerimonial de abertura da noite e exibições:
Mostra Estalo:
O maior Terror da Atualidade – Direção de Rafael Jardim- Ficção- Brasília
A carta – Direção de Isabela Remigio- Ficção – (JP)
Clichê Televisivo – Direção de Junior Lima e Damares Almeida – Ficção- (CG)
Mostra Som da Serra:
Sad Nostalgic Dream – Direção de Kaio Augusto e Lucas Cavalcanti João Pessoa (SP)
Quebrantado – Direção de Márcio Trindade/Alzemar Pereira – Campina Grande (PB)
Lab Music, Descontrolada – Direção de Kaio Henrry – Campina Grande (PB)
Porta Aberta – Direção Vitor Celso – Campina Grande (PB)
Interior – Direção de Caio Fernandes – Campina Grande (PB)
Isso não é certo – Direção de Jonathan Fernandes – São Paulo (SP)
Sintaxe – Direção de Isabela Remigio – João Pessoa (PB)
Pesadelo – Direção Diego D’Ascheri e Raphael Gustavo – Goiânia (GO)
Estado de Violência – Direção Allan Marcus – Alagoa Grande (PB)
O.I.P.M. – Direção de Lau Greenfer – João Pessoa (PB)
Brasil Colômbia – Direção de Hossein Albert e Pedro Faissal – João Pessoa (PB)
Água doce – Direção Lucas Truta – João Pessoa (PB)
Premiação
22h – Cine After:
Show musical com Pedro Faissal e Banda Meio Free

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial