Trump sabia que seria denunciado antes de liberar verba para Ucrânia, revela imprensa dos EUA

O presidente dos EUA, Donald Trump, soube que seria denunciado por segurar a ajuda à Ucrânia antes de finalmente liberar a verba, segundo informações obtidas pelo “New York Times” e divulgadas pela imprensa americana nesta quarta-feira (27).
No final de agosto, o conselheiro da Casa Branca Pat Cipollone e John Eisenberg, advogado do Conselho de Segurança Nacional, avisaram ao presidente que suas negociações com os ucranianos e sua recusa em liberar os quase US$ 400 milhões em auxílio militar seriam reportados por um denunciante anônimo.
Os advogados explicaram a Trump que estavam tentando determinar se seriam obrigados legalmente a entregar essa reclamação ao Congresso. Sob pressão constante dos dois, o presidente liberou a ajuda à Ucrânia pouco depois, no dia 11 de setembro.
As informações foram transmitidas ao “NY Times” por dois funcionários que não tiveram suas identidades reveladas porque não estão autorizados a discutir publicamente o assunto.
Trump é acusado de ter bloqueado o auxílio militar aos ucranianos em troca de ajuda do presidente Volodymyr Zelensky para investigar Joe Biden e o filho dele, Hunter Biden (que trabalhou em uma empresa ucraniana). Em um telefonema de 25 de julho, Trump disse a Zelensky que “gostaria de pedir um favor”.
A acusação foi usada como motivo para a abertura de um inquérito de impeachment contra Donald Trump.

Linha de defesa ameaçada
A informação divulgada nesta quarta-feira compromete a linha de defesa do presidente porque ele sempre afirmou que havia liberado a verba para o governo ucraniano antes de saber de qualquer denúncia e que não havia nenhuma conexão entre os dois fatos.
Além disso, Trump também diz que nunca buscou nenhuma troca de favores (“quid pro quo”, na expressão em latim usada no processo) com Zelensky.
G1

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial