Na Missa do Galo, Papa Francisco diz que a Igreja e a história mudam ‘quando começamos a querer mudar’

O Papa Francisco celebrou nesta terça-feira (24), véspera de Natal, a tradicional Missa do Galo no Vaticano. Na homilia, o pontífice pediu aos fiéis para que deem “sentido à vida”, “sendo este o melhor modo para mudar o mundo”.
“Nós mudamos, a Igreja muda, a história muda, quando começamos a querer mudar — não os outros, mas a nós mesmos, fazendo da nossa vida um dom”, declarou o papa.
“Assim se mostra Jesus nesta noite: não mudou a História forçando alguém ou à força de palavras, mas com o dom da sua vida. Não esperou que nos tornássemos bons para nos amar, mas deu-Se gratuitamente a nós.”
“Por nossa vez, não esperemos que o próximo se torne bom para lhe fazermos bem, que a Igreja seja perfeita para a amarmos, que os outros tenham consideração por nós para os servirmos. Comecemos nós”, completou.
No sábado, durante mensagem de Natal à Cúria Romana no Vaticano, Francisco alertou que a “rigidez” nas maneiras de se viver a fé cristã criou um “campo minado” de ódio e incompreensão em um Ocidente cada vez menos católico.

‘Amor incondicional’
Na homilia, o Papa Francisco também destacou o “amor incondicional de Deus”. “Você pode ter ideias erradas, pode tê-las combinado com todas as cores, mas o Senhor não desiste de te querer bem”, afirmou o pontífice.
“Deus não ama você porque pensa certo e se comporta bem. Ele te ama, e isso basta!”
O papa também pediu “coragem” aos fiéis. “Não percam a confiança nem a esperança, e não pensem que amar seja tempo perdido”, declarou.
No fim da homilia, o Papa Francisco concluiu com uma mensagem:
“Querido irmão, querida irmã, se as suas mãos parecem vazias ou se você vê o seu coração pobre de amor, esta é a tua noite. Manifestou-se a graça de Deus para resplandecer na sua vida”.
Foto: Guglielmo Mangiapane/Reuters
G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial