Na estreia de Abel, Vasco tropeça em casa contra o Bangu

O Vasco foi mais um grande carioca que tropeçou na estreia da Taça Guanabara. Mesmo em São Januário, os cruzmaltinos ficaram no empate em 0 a 0 com o Bangu, neste domingo. O jogo foi mais equilibrado no primeiro tempo, com o Bangu se aventurando mais ao ataque. Na etapa final, o Vasco foi superior e criou as melhores chances de marcar. No entanto, o time vascaíno parou nas boas defesas do goleiro Matheus Inácio.
Na próxima rodada, o Vasco terá o clássico contra o Flamengo, nesta quarta-feira, no Maracanã. Já o Bangu entra em campo no dia seguinte, contra o Resende, no Sul Fluminense.
O Vasco começou a partida pressionando o Bangu. Tanto que os cruzmaltinos levaram perigos em duas oportunidades com menos de três minutos. Primeiro, Talles Magno arriscou da entrada da área e parou em defesa segura de Matheus Inácio. Depois, Werley aproveitou escanteio e cabeceou próximo da trave. Só que o Bangu respondeu aos cinco minutos. Raul tentou de longe e levou perigo ao gol de Fernando Miguel.
No entanto, após o início movimentado, o Vasco passou a ter dificuldade em criar boas chances, pois o Bangu melhorou a marcação e se fechou na defesa. Com isso, o confronto ficou sendo disputado em ritmo mais lento.
Enquanto os cruzmaltinos erravam muito no setor ofensivo, o Bangu levava mais perigo quando se aventurava ao ataque. Jairinho e Juliano assustaram os donos da casa em chutes ao gol.
O panorama da partida seguiu o mesmo até os 44 minutos, quando o Vasco chegou com perigo. Raul tocou para Yago Pikachu, que chutou para boa defesa de Matheus Inácio. Assim, o duelo continuou empatado até o intervalo.
Assim como no primeiro tempo, a etapa final iniciou com as duas equipes desperdiçando boas chances. O Vasco assustou com German Cano, em chute da entrada da área. Já o Bangu respondeu em seguida. Juliano aproveitou falta cobrada na área e cabeceou muito próximo do gol.
Novamente, o jogo caiu de rendimento depois dos primeiros minutos. O Vasco só voltou a criar boa chance aos 22 minutos, com German Cano. O lance animou os cruzmaltinos, que quase marcaram em seguida. Tiago Reis fez boa jogada e chutou para o gol. O goleiro espalmou e a bola chegou em Marcos Júnior, que tentou de voleio, mas furou. Marrony tentou depois em duas oportunidades, só que mandou pela linha de fundo.
A partir dai, os donos da casa aumentaram a pressão e quase abriram o placar aos 26 minutos. Após cobrança de escanteio, Talles Magno cabeceou e viu Matheus Inácio fazer grande defesa em cima da linha.
O Vasco seguiu buscando o gol, mas esbarrou nos erros de passes. Com isso, facilitou o trabalho da defesa do Bangu, que conseguiu segurar a igualdade até o apito final em São Januário.

FICHA TÉCNICA
VASCO 0 X 0 BANGU
Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 19 de janeiro de 2020, domingo
Hora: 16h (de Brasília)
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo
Assistentes: Lilian Fernandes Bruno e Andréa Izaura de Sá
Renda: R$ 656.634,00
Público: 17.790 pagantes
Cartões amarelos: Bruno Gomes (Vasco); Raul, Matheus Inácio e Michel (Bangu)
VASCO: Fernanda Miguel, Yago Pikachu, Leandro Castán, Werley e Henrique; Raul (Marcos Júnior), Bruno Gomes e Gabriel Pec (Tiago Reis); Talles Magno, Marrony (Lucas Santos) e German Cano
Técnico: Abel Braga
BANGU: Matheus Inácio (Luciano), Raul, Michel, Rodrigo Lobão e Dieyson; Sidnei, Juliano, Rodrigo Yuri (Alex Chander) e Robinho; Jairinho (Rocha) e Tompson
Técnico: Eduardo Állax
Foto: J RICARDO/AGÊNCIA FREE LANCER / Estadão
Terra

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial