Atraso na divulgação do Sisu pode afetar cronograma da UFPB

A Pró-Reitoria de Graduação (PRG) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) admitiu que pode haver alteração no cronograma de matrícula para os ingressantes do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), em decorrência da decisão judicial que impediu a divulgação do resultado da seleção.
A divulgação do resultado do Sisu está em disputa judicial após o Ministério da Educação (MEC) admitir que houve erro na correção do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. As notas do Enem são critério para concorrer a uma das 237,1 mil vagas em universidades públicas, disputadas pelo Sisu. Na UFPB, são quase oito mil vagas disponíveis. Segundo o ministro da Educação, Abraham Weintraub, a falha afetou quase 6 mil candidatos.
“Estamos com tudo preparado, são centros 16 centros de ensino mobilizados para o cadastramento que seria realizado nos dias 30 e 31 de janeiro e 03 e 04 de fevereiro, mas já não sabemos o que fazer, uma vez que o MEC não diz que fará”, disse a professora Ariane Sá, Pró-Reitora de Graduação da UFPB. “Estamos lidando com vidas, é complicado porque já há um desgaste de todos em tentar passar no Enem e surge mais esse problema. Nem todos moram na cidade em que pretende cursar determinado curso”, pontuou.
No último domingo (26), a presidente do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3), desembargadora Therezinha Cazerta, rejeitou pedido da AGU para derrubar a decisão que suspende a divulgação do Sisu. Com a decisão do TRF-3, segue em vigor a liminar (decisão provisória) concedida pela Justiça Federal de São Paulo – que impede que os resultados sejam divulgados na terça-feira (28).
Se o impedimento não for derrubado, Ariane Sá explicou que um novo edital precisará ser publicado para as matrícula dos ingressantes no Sisu.
MaisPB

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial